ConexãoIn

Saúde de Angela Merckel preocupa comunidade europeia

chanceler alemã Angela Merkel apresentou tremores pela segunda vez em menos de dez dias.  Apesar do novo episódio, o porta-voz da líder garante que ela está bem e um membro do governo alemão afirmou que o caso desta quinta ocorreu porque questões psicológicas, pois a chefe de governo, de 64 anos, lembrou do episódio da semana passada.

Existem vários tipos de tremores. Para a neurologista Camila Pupe, professora adjunta de neurologia da Universidade Federal Fluminense (UFF), Merkel parece apresentar sintomas de tremor ortostático.

— Esta é uma condição raríssima em que a pessoa só apresenta tremores quando está em pé e parada. À medida que o tempo passa, ele vai aumentando, e para quando a pessoa senta ou se move. Ainda não se descobriu a sua causa — explica a médica.

Este tipo de tremor normalmente afeta as pernas e o tronco. Geralmente os pacientes se queixam de uma sensação de instabilidade quando ficam em pé, mas raramente apresentam quedas. Esta condição normalmente afeta mais os idosos.

Dentre as causas mais frequentes de tremor, a Doença de Parkinson é a mais conhecida. Neste caso, os abalos ocorrem principalmente nas mãos e também aparecem quando o paciente está em repouso. Mas os episódios também podem ser causados por acidente vascular cerebral, doenças no cerebelo, tumores, medicações e causas genéticas, como o tremor essencial.

— No Parkinson não é comum episódios de inicio rápido e de amplitude tão alta (muitos tremores). Neste caso, o paciente já teria que apresentar um histórico da doença — diz André Lima, Neurologista da Clinica Neurovida.

nervosismo diante de alguma situação pode provocar ou piorar os tremoresMerkel se demonstrou claramente constrangida com o episódio e quanto mais ela tentava disfarçar, segurando dos braços, mais tremia.

— Independente da causa, o que sabemos é que a exposição a momentos estressantes, como uma apresentação pública, aumenta a chance do tremor tornar-se mais perceptível — afirma Camila Pupe.

Como as causas dos tremores são variadas, é importante procurar por um neurologista assim que os sintomas surgirem. O médico fará avaliações clínicas e poderá pedir exames de imagem para chegar ao diagnóstico.

— Os episódios de tremores não tem cura, apenas controle por meio de medicação. A não ser quando ele é causado justamente por uso de remédios. Neste caso, a solução é pedir ao paciente que pare de usá-los — finaliza Alexandre Hatum, chefe setor de neurologia do Hospital São Vicente de Paulo.

POR: Rita Moraes
Publicado em 04/07/2019