ConexãoIn

Já está na hora de tirar a máscara no Brasil? Especialistas dizem que ainda é cedo

O presidente Jair Bolsonaro desde junho faz apela para o uso facultativo de máscaras para quem se vacinou ou se recuperou da Covid-19. O tema está sendo estudado do governo federal que tem conclusão prevista para o mês de outubro, afirmou o Ministério da Saúde.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, divulgou na quarta-feira, 25 de agosto, que a desobrigação do uso de máscara deve começar a ser feita apenas em ambientes abertos em um primeiro momento.

O método de trabalho utilizado para o estudo é o da revisão sistemática. Ou seja, “um estudo sobre estudos”, como explicou o ministério, para avaliar a eficácia das máscaras médicas e não-médicas em ambientes abertos ou fechados, para vacinados ou recuperados da doença contra o novo coronavírus. O governo pontuou ainda que o estudo servirá como embasamento para decisão posterior da pasta, a qual caberá a responsabilidade sobre o parecer aguardado por Bolsonaro.

O número de pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a covid-19 no Brasil chegou nesta terça-feira, 5, a 148.111.367, o equivalente a 69,43% da população total. Nas últimas 24 horas, 379,8 mil pessoas receberam a primeira aplicação da vacina, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 26 Estados e Distrito Federal. Os especialistas, porém, pregam pela prudência até para aqueles com anticorpos contra a doença – que podem se reinfectar.

Número de mortes  no Brasil 

O Brasil registrou 686 novas mortes pela covid-19 na teículos de imprensa formado por EstadãoG1O GloboExtraFolha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h. Segundo os números do governo, 20,46 milhões de pessoas se recuperaram da covid desde o início da pandemia no País.

Atualmente, é obrigatório, por lei, o uso de máscara em espaços públicos e privados durante a pandemia do novo coronavírus. Apesar de sugerir como começará a ação, o ministro da Saúde não deu uma data para que a medida seja colocada em vigor.

Apesar de demonstrar otimismo na expectativa para o fim do período pandêmico, alguns países mostram que a pandemia ainda não acabou e voltaram atrás na obrigação de medidas não farmacológicas, como o uso de máscaras. Os Estados Unidos, por exemplo, que haviam desobrigado os vacinados contra a covid-19 a usar a proteção, voltaram atrás e recomendaram o retorno do equipamento em ambientes fechados, onde há maior risco de transmissão.

Diante da variante delta, cepa do novo coronavírus originalmente identificada na Índia e já detectada no Brasil, os especialistas ressaltam a necessidade da continuidade de adesão das medidas de proteção, pelo menos até que se alcance um cenário com condições sanitárias seguras para isso.

#conectadocomanoticia

#conexaoin 

POR: Rita Moraes
Publicado em 06/10/2021