ConexãoIn

Festival de Frutos do Mar para celebrar a Independência da Bahia

O Recôncavo da Bahia é lembrado não só pela história na luta pela Independência do Brasil e da Bahia, como também pelos sabores. Em homenagem às origens da culinária local e ao 2 de Julho, data em que é comemorado o fim do domínio português no Brasil, o Mercato del Mare promove a primeira edição do seu Festival de Frutos do Mar, que será realizado totalmente através de entregas à domicílio e take away

Com três pratos de dar água na boca e três saborosas entradas, o destaque vai para os anéis de lagosta acompanhados de arroz de moqueca, com um sutil e refrescante toque de gengibre. O filé de vermelho na crosta de castanha de caju, purê de cenoura e molho cítrico de limões e a Moqueca Kaonge, que leva camarão, peixe, banana da terra e quiabo são as outras opções de pratos principais do festival. O menu especial conta com três entradas: camarão na crosta, isca de peixe e lulas e tentáculos de polvo grelhados. O cardápio completo, com os seis pratos, sai por R$220 e serve bem duas pessoas.

“O Festival de Frutos do Mar do Mercato é uma homenagem às origens baianas, ao 2 de julho e às lutas pela independência da Bahia. Trouxemos pratos que ajudam a contar a história do nosso povo e dos ancestrais que lutaram pela libertação do jugo português, como a moqueca inspirada na gastronomia do Quilombo Kaonge, localizado em Cachoeira, no Recôncavo Baiano”, comenta André Sturaro, chefe e proprietário do restaurante.

Moqueca Kaonge

Conhecido como Paraíso das Ostras, o Quilombo Kaonge realiza todos os anos a Festa das Ostras, desde 2009. O evento celebra a cultura e gastronomia quilombola na cidade. Famosa também pelas moquecas, a comunidade serve diferentes receitas do prato, como a moqueca de ostras, moqueca de mamão verde e de peixe. A comunidade quilombola está localizada no município de Cachoeira, região que assumiu a liderança nas batalhas pela conquista da independência do Brasil na Bahia, iniciadas em 25 de junho de 1822.

Confira o cardápio completo:

I Festival de Frutos do Mar do Mercato del Mare

Entradas

– Mini lulas e tentáculo de polvo (salteadas delicadamente no azeite de oliva e emulsionados em redução de vinho branco)

– Isca de peixe com molho tártaro (tradição de nossos botecos, vêm sequinhas e crocantes)   

– Camarões empanados com molho rosé (crocantes e muito saborosos) 

Pratos principais

– Lagosta ao arroz de moqueca (suculenta lagosta cortada em anéis, servida com arroz de dendê com leve toque de gengibre, uma exclusividade da casa)

– Moqueca Kaonge (inspirada numa receita tradicional da comunidade quilombola Kaonge, esta moqueca de peixe e camarão leva banana da terra e quiabos, acompanhada de arroz e pirão) 

– Filé de peixe na crosta de castanhas com molho cítrico de dois limões e purê de cenouras (criação do Chef Paulo Savioli – Cordon Bleu, um prato leve e extremamente saboroso)

Charmoso restaurante

O Mercato del Mare, aberto desde 2013 como loja de ingredientes pouco encontrados em Salvador, se lançou como restaurante no último ano. O cardápio, composto por pratos de alta gastronomia, é assinado pelos chefes Antônio Santiago e André Sturaro. Localizado na Rua Haeckel José de Almeida, nº 6, em Jaguaribe, o espaço aconchegante possui adega própria e está funcionando através de serviço delivery e take away durante o período de isolamento social. Pedidos podem ser feitos através do telefone (71) 98151-5221. Para mais informações, acesse o site www.mercadodelmare.com.br ou a página do Mercado no Instagram pelo link https://www.instagram.com/mercatodelmare/.

#conexaoin99
#conectadocomanoticia
POR: Rita Moraes
Publicado em 02/07/2020