ConexãoIn

Você sabe se proteger das fraudes de reembolso médico?

Cada vez mais práticas fraudulentas são comuns em diversos setores da economia. No mercado da saúde, não é diferente. Este é um problema que prejudica não só as operadoras dos planos, mas os beneficiários e todo o sistema de saúde.

Por isso é importante saber reconhecer situações consideradas ilegais na hora de solicitar o reembolso médico. Pensando nisso, a Flip Saúde, Health FinTech especializada em crédito na área da saúde, separou alguns pontos para conseguir identificar possíveis fraudes no seu plano e o que fazer para ficar ainda mais protegido.

 

O que são fraudes de reembolso médico

 

A fraude de reembolso médico é uma prática na qual indivíduos ou profissionais de saúde agem de má-fé, a fim de ganhar dinheiro de forma indevida.
Essas práticas podem envolver o uso de estratégias fraudulentas, como: fracionamento de recibos médicos, uso de falsos códigos de doenças para garantir o pagamento, falsos testemunhos de saúde, cessão da “carteirinha” de saúde para terceiros, entre outros.
Quais as consequências para os fraudadores?

 

As consequências para os fraudadores são muitas. Além de terem que devolver os valores fraudulentos recebidos e terem seu plano de saúde cancelado, os infratores podem responder processos criminais, dependendo da gravidade.

 

Sem contar, que as fraudes afetam negativamente todo o sistema de saúde, aumentando os custos para a operadora e, por consequência, para os outros usuários do plano. No fim, todos pagam a conta.
Quando desconfiar de uma possível fraude no seu plano de saúde?

Uma das práticas fraudulentas mais comuns, é quando os infratores conseguem o acesso do usuário ao plano de saúde e alteram a conta bancária associada a ele. Neste caso, o reembolso é transferido para uma conta digital falsa, pertencente aos fraudadores.
Além disso, fique atento em situações que pareçam golpe, tais como, a recepção de faturas e recibos com valores fragmentados, a cobrança por serviços não realizados ou não solicitados e a descrição do uso de procedimentos não relacionados às suas condições.

 

O que fazer em caso de suspeita de fraude?

Caso você tenha qualquer suspeita de fraude em seu plano de saúde, é importante agir imediatamente. A primeira ação deve ser entrar em contato com a operadora do plano e relatar a suspeita, fornecendo todas as informações relevantes para uma investigação adequada. Além disso, é possível denunciar à ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) por meio de seu canal de atendimento ou pelo site.

 

A denúncia é de extrema importância para proteger não apenas o consumidor, mas também todo o sistema de saúde.

 

Dicas de segurança

  • Nunca compartilhe seus dados de acesso do plano de saúde;
  • Não empreste a carteirinha do convênio;
  • Confira se as guias do plano de saúde informam corretamente os procedimentos realizados;
  • Realize o pedido de reembolso diretamente junto à sua operadora;
  • Dê preferência aos prestadores de sua confiança;

 

A fraude em planos de saúde é uma prática prejudicial e ilegal que afeta negativamente os usuários e todo o sistema de saúde. Identificar e combater essas práticas é essencial para garantir a integridade do sistema e proporcionar uma experiência de saúde confiável e segura para todos os beneficiários.

 

 

POR: Rita Moraes
Publicado em 28/01/2024