ConexãoIn

Quem é meu pet na escolinha? Personalidade de cães e gatos fica mais evidente quando tutores não estão por perto

 

Descobrir a personalidade de um cão ou gato quando o tutor não está presente requer observação atenta e sensibilidade para os sinais sutis que eles demonstram. Cada pet possui características únicas e, ao entender suas ações, comportamentos e expressões, é possível desvendar aspectos importantes de sua personalidade, o que contribui para uma relação mais enriquecedora e compreensiva entre eles e seus tutores.

 

“Observar o comportamento de cães e gatos quando estão sozinhos nos ajuda a compreendê-los melhor. Isso pode ajudar o tutor a identificar sinais de ansiedade, como latidos excessivos, ou até mesmo problemas de saúde. Além disso, permite ajustar a rotina e proporcionar estímulos adequados, como brinquedos interativos e atividades enriquecedoras”, comenta Thiago Teixeira, diretor geral do Nouvet, um centro veterinário de nível hospitalar em São Paulo.

 

No caso dos cães, quando se sentem à vontade e livres da presença do tutor, eles podem apresentar uma variedade de comportamentos. Alguns ficam mais independentes, explorando o ambiente com curiosidade, brincando ou procurando novos lugares para descansar. Outros podem apresentar sinais de ansiedade de separação, revelando aspectos mais sensíveis e cautelosos de sua individualidade. Podem buscar conforto em objetos, áreas que lembram o tutor ausente, exibir comportamentos repetitivos, como latidos excessivos, ou roer objetos.

 

 

J

á os gatos, sem a presença do tutor, viram senhores de seus próprios territórios, explorando cada canto e recanto com uma atitude curiosa e destemida. Podem buscar lugares altos para observar o ambiente ou se entregam sob os raios de sol que atravessam as janelas. Sua personalidade é evidente nas interações com outros bichinhos de estimação da casa. Alguns se tornam líderes territoriais, demonstrando confiança em sua relação com os demais companheiros peludos.

 

Ao cuidar de um animal, é crucial considerar suas preferências e aversões. Por exemplo, um cachorro que gosta de brincar ao ar livre será mais animado e sociável, ao passo que um gato que prefere locais elevados terá uma personalidade mais tranquila e observadora. Também é importante notar os padrões de sono e atividade, já que animais mais enérgicos tendem a ser extrovertidos e exploradores, enquanto os mais calmos preferem momentos de descanso e observação.

 

“A chave para descobrir a personalidade de um cão ou gato é a paciência e a observação de suas interações, comportamentos e preferências. Cada animal é único e, ao compreender, o tutor pode proporcionar um ambiente mais adequado e gratificante para eles, mesmo na sua ausência”, complementa Teixeira.
Ambientes que respeitam os comportamentos dos pets são fundamentais para garantir o bem-estar e oferecer um tratamento humanizado para eles. Inclusive, o Nouvet possui sua própria escola para cães de todos os portes e idades, proporcionando conforto, segurança e aprendizados. A Escola Nouvet tem foco em recreação e correção de comportamentos, além de oferecer atividades ricas em estímulos cognitivos e físicos, respeitando a individualidade de cada aumigo.

 

Nouvet

Nouvet é um centro veterinário com nível hospitalar de excelência, localizado no tradicional bairro dos Jardins, em São Paulo. Com atendimento 24 horas, a clínica abrange diversas vertentes de acolhimento às necessidades dos pets, como veterinários especialistas, centro estético e escola. Pensada para inovar e atingir o nível de excelência da medicina humana, o Nouvet conta com tecnologias de ponta para atender de forma premium o animal, acompanhado de seus respectivos tutores.

POR: Rita Moraes
Publicado em 03/12/2023