ConexãoIn

Empresa baiana une tecnologia e sustentabilidade para construir um futuro responsável no Mercado Imobiliário

 

O mercado imobiliário, historicamente associado à construção de estruturas rigorosas, está passando por uma transformação significativa nos últimos anos. A sustentabilidade emerge como um pilar fundamental nesse setor, não apenas como uma tendência, mas como uma necessidade imperativa. À medida que a consciência ambiental cresce, a busca por alternativas sustentáveis ​​no setor imobiliário ganha destaque, refletindo uma mudança de paradigma na forma como o projeto é desenvolvido, construído e vivenciado em casas e espaços comerciais.

O setor imobiliário desempenha um papel significativo no consumo de recursos naturais, na geração de resíduos e nas emissões de carbono. Portanto, a transição para práticas sustentáveis ​​é crucial para mitigar os impactos ambientais negativos associados à construção e operação de edifícios. A adoção de técnicas sustentáveis ​​pode reduzir os danos ecológicos, promovendo a conservação de recursos e a preservação da biodiversidade.

Conscientes da sua responsabilidade ambiental e dispostos a cuidar positivamente do mundo, a empresa baiana Carozzo Desenvolvimento Imobiliário  traz no seu DNA padrões e boas práticas como forma de minimizar os seus impactos no meio ambiente e de construir um mundo mais justo e responsável, tendo as questões sociais e ambientais como parte do  seu compromisso e do programa de ESG da companhia.

Liderada por Francisco Carozzo, Leandro Carozzo e Ivana Carozzo, a empresa é considerada  a semente do novo capítulo do setor de imóveis da Bahia e é a pioneira no Nordeste em criar um inventário de carbono, documento que permite o mapeamento, quantificação e registro das fontes de emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE). A empresa também adotou uma meta de redução de 20% na emissão de carbono nas suas obras e na vida útil dos empreendimentos que entrega, um alvo desafiador para o setor. O projeto nasceu e começou a ser executado no Porto Privilege, um dos cases de sucesso do grupo, localizado em um dos principais destinos turísticos do país, o Porto da Barra.

Um dos líderes da companhia, Francisco Carozzo, destaca a importância de executar práticas sustentáveis que contribuam com o desenvolvimento e preservação do meio ambiente. “Não existe vida sem o equilíbrio com o meio ambiente. Ou cuidamos dele com amor e responsabilidade ou deixaremos uma condição de vida precária para nossas próximas gerações. E é justamente isso que trazemos como uma missão no mercado imobiliário, o  de repensar os espaços urbanos para os futuros moradores desse planeta. É cada vez mais nítido um movimento global no despertar de uma consciência sustentável.  A sustentabilidade é a pedra fundamental que alimenta os nossos sonhos e vamos deixar isso como legado”, declara.

A construção verde e consciente emerge como um pilar fundamental nesse setor, não apenas como uma tendência, mas como uma necessidade imperativa, algo que por muito tempo não era visto nas construções. Em todos os seus empreendimentos a Carozzo executa ações que contribuem com a preservação do meio ambiente, como o plantio de árvores em áreas da cidade bem como o reaproveitamento das suas demolições, através de doações ou reutilização dos materiais, evitando a geração de resíduos, além de possuir o selo IPTU Verde cota ouro que garante todas as práticas sustentáveis apoiadas pela prefeitura incluindo a energia limpa, o que proporciona o equilíbrio ambiental que reflete em uma melhor qualidade de vida para toda a sociedade.

“A sustentabilidade no mercado imobiliário não é apenas uma tendência passageira, mas uma necessidade urgente. Ao adotar práticas sustentáveis, o setor não apenas cumpre seu papel na preservação do meio ambiente, mas também fortalece sua posição no mercado, reduz os custos operacionais, valoriza os imóveis e responde às expectativas dos consumidores que buscam uma abordagem mais consciente na escolha dos seus ambientes. A construção sustentável não é apenas uma escolha ética, mas uma estratégia inteligente para o presente e o futuro”, reforça Francisco Carozzo.

 

POR: Rita Moraes
Publicado em 15/12/2023