ConexãoIn

Dia Mundial da Visão: Oftalmologista alerta que o tempo excessivo e pouca distância de telas contribuem para a miopia

O dia Mundial da Visão  é celebrado na segunda quinta-feira do mês de outubro, 12,  mesmo dia que se comemora o Dia das Crianças.

De acordo com dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), cerca de 30% do público infantil em idade escolar tem problemas refrativos – ratificando os dados internacionais, a miopia é um dos mais comuns – porém, apesar disso, 80% nunca fizeram uma avaliação visual.

A Oftalmologista Fernanda Fernandes traz dicas para evitar problemas refrativos em crianças. Fernanda tem Residência em Oftalmologia no Hospital das Clínicas (BA) e explica que “o excesso de atividades próximas aos olhos, sem pausas, é um comportamento de risco para surgimento e progressão da miopia. Assim como pouca atividade ao ar livre durante o dia”.

A especialista diz ainda que as crianças que apresentam miopia muito cedo têm mais probabilidade de desenvolver no futuro doenças oculares como o glaucoma e o deslocamento de retina, que podem levar à cegueira. “Quanto mais precoce o aparecimento da miopia, mais chance desse distúrbio visual ser muito alto. Embora associado a fatores genéticos, crianças que só se expõem a ambientes fechados e ficam muito tempo em frente às telas, como computador, celular ou tablet, têm mais probabilidade a esse erro refrativo”.

Para evitar esse tipo de complicação, Fernanda recomenda algumas ações simples que contribuem para manter a saúde ocular do indivíduo. “Fazer pausas regulares; manter uma distância adequada da tela para não forçar muito a vista; ajustar a iluminação dos equipamentos. Tudo isso evita problemas na visão”.

Sobre Fernanda Fernandes

A médica Fernanda Fernandes é graduada em medicina pela Universidade Federal da Bahia, com Residência em Oftalmologia no Hospital das Clínicas (BA), onde foi Fellowship em Córnea e Doenças externas. Atua na oftalmologia geral e também no tratamento de miopia, lentes de contato, córnea e doenças externas.

POR: Rita Moraes
Publicado em 05/10/2023