ConexãoIn

Aviação e turismo apresentam dados animadores e projetam crescimento para os próximos anos

MPor e Ministério do Turismo apresentam dados do setor aéreo – Foto: Eduardo Oliveira

 

A aviação civil brasileira e o turismo no país encerraram 2023 com os melhores resultados dos últimos quatro anos, segundo dados apresentados na tarde desta segunda-feira (22) pelos representantes dos Ministérios de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, e do Turismo, Celso Sabino. A aviação comercial, por exemplo, fechou o último ano com 112,6 milhões de passageiros transportados no mercado doméstico e internacional, aumento de 15,3% na comparação com dados de 2022. Confira os principais destaques do setor no último ano.

Um dos principais destaques do setor foi o incremento de 5,8 milhões de passageiros nas viagens internacionais de janeiro a dezembro do ano passado, crescimento de 37% nesse mercado frente aos resultados obtidos no ano anterior, de acordo com os dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). O último ano registrou 28 mil voos a mais em destinos para o exterior.
Silvio Costa Filho falou sobre os motivos que levaram o país a alcançar o melhor resultado da aviação civil dos últimos quatro anos. “Ninguém pode falar em crescimento da aviação civil brasileira sem falar no turismo e nós não podemos falar do turismo sem mencionar no fortalecimento da malha aérea e, sobretudo, na restruturação dos aeroportos de todo o país. O presidente Lula nos deu a missão e estamos trabalhando pelo povo, para fortalecer nossa economia, gerar emprego e renda aos brasileiros, afirmou.
Mercado doméstico
O mercado doméstico também apresentou crescimento nos últimos 12 meses em relação aos números obtidos em 2022. Em rotas nacionais, foram quase 10 milhões a mais de passageiros e aproximadamente 60 mil voos a mais realizados em 2023. O aumento no número de voos tem relação direta com a abertura de novos aeroportos e ao aumento da oferta de voos e de passageiros.
Mais conectividade
O sucesso da aviação brasileira passa pelos investimentos que foram realizados no último ano no modal aéreo. Entre novos empreendimentos e melhorias, o setor público e privado aplicou cerca de R$ 1,4 bilhão nos terminais pelo país. O resultado foi o aumento de 12,4% em novas localidades atendidas. Ao longo de 2023, foram 154 aeroportos com voos comerciais contra 128 terminais apurados no último ano.
A previsão é que a aviação comercial brasileira alcance números ainda melhores neste ano, tendo em vista que o setor contará com investimento da ordem de R$ 3 bilhões que serão aplicados para fortalecer o modal e o turismo do país. “A gente sabe o grande desafio que temos pela frente que é ampliar cada vez mais os voos internacionais, ampliando novas companhias aéreas. O Brasil entrou na rota do crescimento internacional e, cada vez mais, o mundo observa o país não só como a janela de investimentos como a janela do turismo mundial, finalizou Costa Filho.

POR: Rita Moraes
Publicado em 22/01/2024