ConexãoIn

Tendências para 2024 no universo da arquitetura de lazer

Em 2023 as piscinas ganharam terreno dentro do universo da arquitetura de lazer.O aumento nas instalações do equipamento foi a maior tendência do setor, impulsionado pelas altas temperaturas, especialmente em cidades sem praias ou rios.

 


Para 2024, o mundo da arquitetura de lazer terá a piscina como destaque. Entretanto, há grande expectativa para maior inserção das tecnologias. Uma das novidades são as chegadas de equipamentos que permitem o controle da temperatura da água via controle remoto. Para manter a água sempre cristalina, os purificadores estão cada vez mais automáticos e autônomos.

No novo ano o tema sustentabilidade terá ainda mais força. O uso de materiais sustentáveis, como madeiras certificadas e revestimentos eco-friendly, são tendências. “O reaproveitamento de água das chuvas também vem sendo cada vez mais debatidos no universo da arquitetura de lazer, principalmente para a irrigação de jardins e áreas verdes. A ideia é buscar sempre alternativas que minimizem o impacto ambiental e fiquem refletidas no crescente interesse por soluções mais ecológicas”, ressalta o arquiteto Sérgio Ferreira.

Por fim, novidades vão surgir no que diz respeito ao uso de cores, texturas e móveis. “As pessoas estão buscando imprimir cada vez mais suas personalidades dentro de casa, sem esquecer da busca de ambientes mais práticos e multiusos. Isso vai se estender para os decks, piscinas e áreas de lazer. Portanto, teremos espaços cada vez mais vibrantes e móveis que servirão tanto para o uso em família ou a trabalho”, completa.

Sobre Sérgio Ferreira

Com mais de 40 anos de experiência, Sérgio Ferreira é um profissional especialista em arquitetura de lazer, com grande bagagem de conhecimento teórico e prático de piscinas.

De forma simultânea, Sérgio Ferreira atua em áreas gourmet e outros espaços de interação social. Ao longo de quatro décadas de atuação, o profissional já atuou em cidades da Bahia e Sergipe, desenvolvendo projetos únicos, personalizados e modernos, dialogando com as grandes tendências do mundo da arquitetura.

POR: Rita Moraes
Publicado em 15/01/2024