ConexãoIn

Sargento é confundido com ladrão e é morto pelo vizinho militar

Mais um caso de racismo no Rio de Janeiro. Dessa vez em São Gonçalo.

Durval Teófilo Filho, 38 anos, foi morto pelo vizinho , o sargento da Marinha Aurélio Alves Bezerra, quando chegava em sua casa, na noite de ontem, quarta-feira, 2, às 23 hs.

Ele ainda tentou avisar que morava ali, mas o assassino atirou três vezes, atingindo sua barriga. Durval não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Sua esposa afirma que foi racismo e que seu esposo foi morto por ser preto.

A filha de 6 anos assistiu o pai ser baleado pela janela.

O sargento segue preso. 

#Conexaoin 

#conectadocomanoticia

POR: Rita Moraes
Publicado em 03/02/2022