ConexãoIn


Roberto Mendes e sambas de roda tradicionais do Recôncavo se apresentam no Festival de Cultura Popular

Embaixador do Recôncavo, Roberto Mendes faz, no dia 26 de novembro, sábado, às 18h, no palco montado no Largo do Cruzeiro do São Francisco, o principal show do Festival de Cultura Popular, que será realizado no Centro Histórico de Salvador nos dias 25, 26 e 27 de novembro, de forma gratuita. “Santo Amaro é de onde eu venho. Tudo que eu faço e qualquer tradução feita por minha música é ligada ao comportamento do Recôncavo. Já fico nervoso só de pensar em pisar no palco, porque eu sou apaixonado por minha cidade. É lá que eu presto contas do que faço com minha tradição. Às vezes eu digo que nem sou baiano, sou apenas santamarense”, declara o artista, que promete um show com os maiores sucessos da carreira, mas também canções que dão a cor e o tom deste território baiano especial.

No palco com Roberto Mendes estarão o filho caçula João Mendes (violão e guitarra), o sobrinho Gustavo caribé (baixo) e Tedy Santana (tambores).

Samba de Roda – No Festival de Cultura Popular seis dos mais tradicionais e importantes sambas de roda do Recôncavo se apresentarão no palco do Largo do Cruzeiro do São Francisco:  Samba Chula de São Brás, Samba de Dona Nicinha e de João do Boi, de Santo Amaro, Samba de Maragogó, de Maragojipe, Samba Filhos de Dona Cadú, de São Félix  e Samba de Maracangalha. Mas não para por aí. Cortejos levarão manifestações artísticar e culturais pelas ruas do Pelourinho, e serão realizados uma edição especial da Feira da Sé, com 45 expositores com produtos do Recôncavo, e o roteiro gastronômico Caminho da Comida Afetiva do Recôncavo, com bares e restaurantes da região.

O Festival de Cultura Popular é uma realização do Instituto ACM – Ação, Cidadania e Memória, com produção da Canjerê Produções, apoio da ACELEN, Rede Bahia, Correio, ACHE – Associação dos Empreendedores do Centro Histórico  e apoio institucional da Prefeitura de Salvador.

Confira a programação :

Dia 25.11 – sexta-feira

10h – Abertura – Cortejo com a Banda Didá – saindo do Largo do Cruzeiro do São Francisco e percorrendo as ruas do Pelourinho.

10h – Abertura – Feira da Sé – Largo do Cruzeiro do São Francisco.

11h – Caminho da Comida Afetiva do Recôncavo – roteiro gastronômico dos bares e restaurantes que estarão abertos a partir deste horário.

16h – Cortejo com os Filhos de Gandhy – 16h – saindo do Largo do Cruzeiro do São Francisco e recebendo na Igreja do Rosário dos Pretos os membros da Irmandade, as senhoras da Irmandade da Boa Morte e as Baianas de Acarajé. Logo em seguida será realizada a missa solene presidida pelo padre Lázaro Muniz. Após a missa todos seguem em cortejo para o Cruzeiro do São Francisco, entoando o Hino ao Senhor do Bonfim.

 

Dia 26.11 – sábado

10h – Cortejo pelas ruas do Pelourinho com o Pierrot de Plataforma, de Salvador.

10h – Abertura – Feira da Sé – Largo do Cruzeiro do São Francisco.

10h30 – Apresentação de Maculelê e Puxada de Rede de Santo Amaro, no palco do Cruzeiro do São Francisco.

11h – Caminho da Comida Afetiva do Recôncavo – roteiro gastronômico dos bares e restaurantes que estarão abertos a partir deste horário.

11h30 – Cortejo pelas ruas do Pelourinho com o Lindro Amor, de Santo Amaro.

12h – Apresentação do Samba Filhos de Cadú, de São Félix, no palco do Cruzeiro do São Francisco.

14h – Roda de Capoeira com a  Associação de Capoeira Mestre Bimba, no Largo do Cruzeiro do São Francisco.

15h – Cortejo pelas ruas do Pelourinho com o Nego Fugido, de Acupe, Santo Amaro.

15h30 – Apresentação do Samba Chula de São Brás, de Santo Amaro, no palco do Cruzeiro do São Francisco.

16h30 – Cortejo pelas ruas do Pelourinho com o Caretas do Acupe, Santo Amaro.

17h – Apresentação do Samba de Roda João do Boi, de Santo Amaro, no palco do Cruzeiro do São Francisco.

18h – Show de Roberto Mendes, no palco do Cruzeiro do São Francisco.

 

Dia 27.11 – domingo

10h – Cortejo pelas ruas do Pelourinho com Mascarados de Maragogipe.

10h30 – Apresentação do Samba de Maragogó, no palco do Cruzeiro do São Francisco.

11h – Caminho da Comida Afetiva do Recôncavo – roteiro gastronômico dos bares e restaurantes que estarão abertos a partir deste horário.

11h30 – Cortejo pelas ruas do Pelourinho com o Bumba Meu Boi e a Burrinha de São Bartolomeu.

12h – Apresentação do Samba de Maracangalha, no palco do Cruzeiro do São Francisco.

14h – Roda de Capoeira com a  Associação de Capoeira Mestre Bimba – Largo do Cruzeiro do São Francisco.

15h – Cortejo pelas ruas do Pelourinho com a Charanga de São Félix.

15h30 – Apresentação da quadrilha Forró Asa Branca, no palco do Cruzeiro do São Francisco.

16h30 – Cortejo pelas ruas do Pelourinho com a Chegança de Saubara.

17h – Apresentação do Samba de Dona Nicinha, no palco do Cruzeiro do São Francisco.

Encerramento do Festival de Cultura Popular.

Serviço:

Festival de Cultura Popular

Datas: 25, 26 e 27 de novembro

Horário: das 10h às 18h

Local: Ruas do Centro Histórico e Largo do Cruzeiro do São Francisco

Assessoria de Imprensa do Festival de Cultura Popular – Doris Pinheiro – 71 98896-5016

Show de Roberto Mendes no Festival de Cultura Popular

Data: 26 de novembro

Horário: 18h

Local: Palco no Largo do Cruzeiro do São Francisco

Gratuito

POR: Rita Moraes
Publicado em 23/11/2022