ConexãoIn


Professor de Educação Física do Rio de Janeiro morre afogado na Bahia


O turista que morreu ao se afogar na praia do Porto da Barra, em Salvador, na manhã da última quarta-feira 23, foi identificado como Renan da Rocha Dias e tinha 32. Ele era professor de Educação Física no Rio de Janeiro.

Renan teria passado mal enquanto nadava e não conseguiu pedir socorro aos guarda-vidas do Grupamento Marítimo (Gmar) do Corpo de Bombeiros. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu ainda no local. Nas redes sociais, a prefeitura do Rio de Janeiro lançou uma nota de falecimento para lamentar o ocorrido.

“É com pesar que a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro e a Coordenação de Atenção Primária da AP 5.1 comunicam o falecimento de Renan Rocha Dias, profissional de Educação Física”, escreveu a prefeitura. “A todos os familiares e amigos, os nossos mais sinceros sentimentos”, acrescentou.

A nota diz ainda que Renan era uma pessoa admirável e que deixará um “grande vazio no coração de todos que tiveram a honra e o prazer de conhecê-lo”.

A Unisaúde Educacional do Rio de Janeiro também publicou uma nota de pesar. “Lamentamos o falecimento do professor Renan Dias, no dia de hoje, por afogamento, após sofrer um mal súbito. Renan era um dos talentos da nova geração de docentes da Educação Física, extremamente generoso. Um jovem de 32 anos com um belo caminho pavimentado na ética e no respeito ao próximo”, diz o comunicado.

O Núcleo Ampliado de Saúde da Família da Área Programática (Nasf 5.1), onde Renan trabalhava, publicou que ele sempre será lembrado pela competência e comprometimento com o trabalho: “Hoje o NASF 5.1 se entristece com a partida precoce do nosso colega de trabalho Renan Dias, profissional de Educação Física. Que seus familiares e amigos encontrem o consolo necessário neste momento de separação e que suas lembranças estejam sempre vivas na memória dos que conviveram com ele”.

Nas redes, os amigos e colegas de trabalho também prestaram suas condolências. “Meu amigo, que falta você fará por aqui. Nem tenho palavras para dizer nesse momento, só posso dizer que você foi um ser humano incrível, um exemplo pra todos. Tenho e sempre terei um orgulho enorme de você e da nossa amizade. Que você possa seguir seu caminho em luz, alegrando por onde passar, pois assim era aqui”, escreveu uma amiga da vítima.

O caso
O turista morreu ao se afogar na praia do Porto da Barra, em Salvador, na manhã desta quarta-feira (23). Ele passou mal enquanto nadava e não conseguiu pedir socorro aos guarda-vidas do Gmar. A situação foi percebida por um outro banhista, que acionou os bombeiros.

Depois do resgate, os agentes iniciaram o atendimento pré-hospitalar (APH) com a massagem cardíaca. Profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também tentaram reanimá-lo, mas não obtiveram sucesso. O óbito foi atestado no local.

POR: Rita Moraes
Publicado em 24/11/2022