ConexãoIn

Princesa Charlene de Mônaco segue desaparecida do público

Desde que cancelou sua presença em um evento social em Mônaco, em novembro desse ano, surgiram várias especulações sobre o motivo da exclusão social da Princesa Charlene de Mônaco, casada com o Príncipe Albert II.

Depois de ficar em tratamento de uma grave infecção nos ouvido, nariz e garganta na África do Sul, onde passava férias com a família, Charlene se retirou para se recuperar.

Segundo informações divulgadas oficialmente pelo esposo ela está em um clínica na Suíça para tratar de uma forte exaustão física e psicológica, mas segundo divulgou a jornalista espanhola Pilar Eyre, num artigo que assina na revista ‘Lecturas’, o motivo que levou a princesa  Charlene de Mônaco para uma clínica foi o facto de ter o rosto desfigurado, por causa de uma intervenção estética.

A princesa foi submetida a uma operação plástica no Dubai, mas, segundo consta, e segundo Pilar Eyre, as coisas não teriam corrido como esperado.

Tudo indica que a mulher do Príncipe Albert II foi vítima de negligência médica, que a deixou desfigurada e que só apareceu em público no seu regresso ao Mónaco graças ao uso da máscara de proteção contra a Covid-19.

“A suposta doença de Charlene do Mónaco não vai além de ter o rosto desfigurado”, concluiu a jornalista espanhola, que tem boas fontes no palácio  Grimaldi. 

Cabeça raspada em 2020 e muitos looks diferentes 

No final de 2020, a princesa monegasca provou que fazer parte da família real não é impedimento para fazer o que quer, pelo menos no que toca ao corte de cabelo. Charlene do Mónaco deixou claro que não teme quebrar a tradição quando, durante uma festa de Natal no palácio, exibiu um look punk rock.

Confira as fotos!

#Conexaoin 

#conectadocomanoticia

 

POR: Rita Moraes
Publicado em 08/12/2021