ConexãoIn

“Noite de Paris”, filme de Mikhaël Hers ganha sessão premier no Especial Festival do Rio, no canal Telecine

NOITES DE PARIS, novo filme de Mikhaël Hers (“Amanda”), está na seleção especial do Festival do Rio que está sendo exibida no canal a cabo Telecine. O longa terá uma sessão exclusiva no próximo sábado (23), às 10h, e também ficará disponível pelo Telecine no Globoplay por 24h. O filme teve sua estreia mundial no Festival de Berlim deste ano, e traz Charlotte Gainsbourg (Ninfomaníaca) no papel principal. A estreia em cinemas será ainda em 2022, com distribuição da Vitrine Filmes.

Hers conta que, depois de fazer Amanda, queria um longa sobre os anos de 1980, o período de sua infância. “Dizem que você é um produto tanto de sua infância, como de seu país, e eu queria mergulhar naquele período da minha vida, revisitar imagens e sons. Aquelas sensações e cores que me compõe.”

O filme se passa em 1981, ano em que François Mitterand foi eleito. Nessa mesma época, Elizabeth (Charlotte Gainsbourg) se separa do marido, e terá de sustentar sozinha seus dois filhos adolescentes. Trabalhando num programa de rádio noturno, ela conhecerá uma adolescente problemática, Talulah (Noée Abita), que, pela primeira vez, experimentará o que é ter uma família.

A revista The Hollywood Reporter destaca o caráter observacional do filme. “Deve-se dar crédito a Hers pelo estilo nunca intrusivo e contemplativo, que, ao fim de duas horas, conhecemos os personagens intimamente.” O Indiewire aponta, por sua vez, a construção da personagem principal. “A grande qualidade do filme é medida pelo seu olhar elegante em relação a uma mulher no melhor da sua vida, geralmente ligado à meia-idade, cujos desejos (tanto profissional quanto sexual) não são diminuídos nem transformados em algo patológico.”

Sinopse

Na noite das eleições de 1981, as comemorações se espalham pelas ruas e há um ar de esperança e mudança em Paris. Mas para Elisabeth, seu casamento está chegando ao fim e agora ela terá que sustentar a si mesma e seus dois filhos adolescentes. Ela encontra trabalho em um programa de rádio noturno e encontra uma adolescente problemática chamada Talulah, a quem ela convida para sua casa. Com eles, Talulah experimenta o calor de uma família pela primeira vez. Embora ela desapareça de repente, seu espírito livre tem uma influência duradoura. Elisabeth e seus filhos ganham confiança e começam a correr riscos, mudando a trajetória de suas vidas.

Ficha Técnica

Direção: Mikhaël Hers

Roteiro: Mikhaël Hers, Maud Ameline, Mariette Désert

Elenco: Charlotte Gainsbourg, Quito Rayon Richter, Noée Abita, Emmanuelle Béart

Produção: Pierre Guyard

Produção Associada: Christophe Rossignon, Philip Boëffard

Produção Executiva: Ève François-Machuel

Coprodução: Olivier Père, Rémi Burah

Trilha Sonora: Anton Sanko

Direção de Fotografia: Sébastien Buchmann – Afc

Montagem: Marion Monnier

Sobre a Vitrine Filmes

A Vitrine Filmes, em dez anos de atuação, já distribuiu mais de 160 filmes e alcançou mais de quatro milhões de espectadores. Entre seus maiores sucessos estão ‘O Som ao Redor’, ‘Aquarius’ e ‘Bacurau’ de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. Outros destaques são ‘A Vida Invisível’, de Karim Aïnouz, representante brasileiro do Oscar 2020, ‘Hoje Eu Quero Voltar Sozinho’, de Daniel Ribeiro, e ‘O Filme da Minha Vida’, de Selton Mello. Entre os documentários, a distribuidora lançou ‘Divinas Divas’, dirigido por Leandra Leal e ‘O Processo’, de Maria Augusta Ramos, que entrou para a lista dos 10 documentários mais vistos da história do cinema nacional.

Além do cinema nacional, a Vitrine Filmes vem expandindo o seu catálogo internacional ao longo dos anos, tendo sido responsável pelo lançamento dos sucessos ‘O Farol’, de Robert Eggers, indicado ao Oscar de Melhor Fotografia; ‘Você Não Estava Aqui’, dirigido por Ken Loach, e ‘DRUK – Mais uma rodada’, de Thomas Vinterberg, premiado com o Oscar de Melhor Filme Internacional 2021.

Em 2022, a Vitrine Filmes apresenta ainda mais novidades para a produção e distribuição audiovisual. Entre as estreias, cinco novos longas da Sessão Vitrine: ‘Como Matar a Besta’, de Augustina San Martín; ‘Seguindo Todos os Protocolos’, de Fábio Leal; ‘Tantas Almas’, de Nicolás Rincón Gille; ‘Virar Mar’, de Philipp Hartmann e Danilo de Carvalho; e ‘A Morte Habita à Noite’, de Eduardo Morotó. Além dos filmes do Sessão Vitrine, estão confirmados para 2022  ‘A Viagem de Pedro’, de Laís Bodansky; e ‘O Livro dos Prazeres’, de Marcela Lordy, entre outros títulos.

POR: Rita Moraes
Publicado em 26/07/2022