ConexãoIn

Mostra Claudia Grande na Tapetah traz toda a gama da expressão do feminino com parte da renda para mulheres com câncer

Depois te ter algumas de suas obras da série Mulheres projetadas em prédios em Belém do Pará, a artista plástica Claudia Colagrande leva a enorme diversidade de representação do universo feminino para uma exposição na Tapetah, onde parte de seus trabalhos permanecem expostos.

Composta por mais de 300 pinturas em aquarela e técnica mista (caneta fixa), a série Mulheres surgiu durante a pandemia através de uma profunda transformação no trabalho da artista. Com uma larga e bem-sucedida carreira de mais de 35 anos trabalhando com o abstracionismo, as mulheres surgiram como uma explosão criativa e transformadora rumo ao figurativismo.

Claudia as representa numa variedade gigante de cores, formas, tamanhos e expressões de um modo que sua pintura parece querer dar conta de toda a gama da expressão do feminino e gera uma empatia imediata com o espectador. “Elas foram e vem surgindo de forma abrupta e ininterrupta”, conta a artista.

Este olhar para o feminino e o desejo de despertar uma nova visão acerca do papel da mulher na sociedade contemporânea, suas vivências, anseios e metamorfoses surgiu recentemente, a partir de um momento delicado na vida da artista. Em abril de 2020, após uma cirurgia para retirada de um tumor no cérebro, as mulheres de Claudia Colagrande foram nascendo, incansavelmente, como ela gosta de dizer.

Na exposição Mulheres, na Tapetah, Claudia promove o grande encontro dessa grande galeria de tipos com um propósito ainda maior, como parte do Outubro Rosa, campanha de conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e de colo do útero: destinar 20% do toda a renda gerada com a venda dos quadros ao Instituto Protea, que atua no sentido de proporcionar tratamento ágil e de qualidade a mulheres nesta luta.

A exposição tem abertura prevista para o dia 28 de outubro, permanece por uma semana e depois algumas das obras ganham uma sala especial da artista na loja de Ângela Leal, junto com outros trabalhos seus, como tapetes e pinturas. Na abertura, a artista e a Tapetah recebem convidados para juntos conhecerem pessoalmente essas mulheres que inspiraram a artista e apoiarem esta causa absolutamente urgente, finalizando o Outubro Rosa, mês destinado à prevenção e auxílio no tratamento de mulheres nesta batalha que é de todas.

Sobre o Instituto Protea

Era setembro de 2017 e Gabriella Antici enfrentava o câncer de mama pela segunda vez. Apesar de ter feito a cirurgia de remoção da mama há menos de três anos, a doença retornara. Gabriella não desanimou e recomeçou o tratamento completo: nova cirurgia, quimioterapia e radioterapia. Certo dia, em conversa com uma amiga, falaram sobre o seu estado de saúde e, também, o quanto o tempo entre o diagnóstico e início do tratamento podem influenciar na chance de cura das pacientes principalmente quando há falta ou restrição de recursos.

Quantas das cerca de 60 mil mulheres diagnosticadas com câncer de mama a cada ano no Brasil conseguem contar com tratamento rápido e adequado, fundamental para elevar as chances de cura desta doença? A resposta de Gabriella foi: unir pessoas que acreditam que todas as mulheres têm os mesmos direitos e devem ter acesso rápido a um tratamento digno e de qualidade para a cura do câncer de mama.

Em junho de 2018, fundou o Instituto PROTEA – congregando um time muito especial de Conselheiras: cinco mulheres que superaram o câncer de mama e outras cinco com experiência em organizações sociais sem fins lucrativos. Além delas, Gabriella convidou médicos oncologistas e mastologistas especialistas em Câncer de Mama que lutam diariamente há mais de 20 anos contra esta doença.

O Conselho Médico do Instituto é formado atualmente pelos profissionais Dr. Sérgio Daniel Simon; Dr. Silvio Eduardo Bromberg; Dr. Sidnei Epelman; Dr. Otto Metzger Filho; Dra. Renata Macchione e Dr. Gustavo Shvarstman.

Serviço:

Mulheres, exposição de Claudia Colagrande

28/10 das 16h às 20h.

Exposição até 05/11 das 10 às 18h.

Local: Tapetah Conceito

End.: Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1264 – Jardim Paulistano, São Paulo – SP

Tel.: 11 3360-8874

Whatsapp: 11 98293-6663

POR: Rita Moraes
Publicado em 26/10/2021