ConexãoIn

Morte de jovem em escola é apurada com máximo rigor

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) determinou a apuração imediata e rigorosa do crime que vitimou o estudante Max Santos de Oliveira, de 18 anos. Imagens do circuito interno de segurança vão auxiliar no esclarecimento do caso, ocorrido no Colégio Estadual Aliomar Baleeiro, no bairro de Pernambués, em Salvador.
 
A investigação está sob responsabilidade do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O jovem já havia sido apreendido pela Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI), em 2021, por tráfico de drogas.
 
SEC consternada
 
A Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) e a comunidade escolar do Colégio Estadual Aliomar Baleeiro, consternadas,  lamentam o ocorrido com o estudante Max Santos de Oliveira. As aulas na unidade foram suspensas.

A direção da escola acionou o Serviço Móvel de Urgência (SAMU), a equipe da Polícia Militar e entrou em contato com a família. A equipe da SEC e psicólogos do órgão prestam atendimento à comunidade escolar e à família do rapaz.

Como ocorreu o crime

O jovem, identificado como Max Santos de Oliveira, estava em um pátio na área interna do Colégio Estadual Ministro Aliomar Baleeiro (CEMAB), no bairro de Pernambués, na capital baiana, quando foi atingido. 

POR: Rita Moraes
Publicado em 11/03/2022