ConexãoIn

Morre aos 98 anos a ex-Deputada Sandra Cavalcanti

A ex-deputada federal e estadual do Rio Sandra Cavalcanti, aos 96 anos, em sua casa, vítima de parada cardíaca.

Sandra foi eleita para a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) em 1960, pela UDN, e em 1974, pela Arena, quando foi a mais votada de seu partido, com 34.516 votos, à Assembleia Constituinte Estadual. Foi eleita deputada federal duas vezes pelo PFL e atuou na Câmara de 1987 a 1995.

Quando eleita para a Alerj pela primeira vez, em 1960, Sandra obteve apoio da escritora Raquel de Queiroz e, como deputada udenista, era a porta-voz do então governador do Rio Carlos Lacerda. Antes, em 1954, foi eleita vereadora do Rio, à época Distrito Federal, também pela UDN.

No fim do ano de 1962, Sandra Cavalcanti deixou seu mandato como deputada estadual do Rio e passou a ocupar a Secretaria de Serviços Sociais da Guanabara.

Muito ligada ao governador Carlos Lacerda, foi atuante na oposição contra o presidente João Goulart (1961-1964). De postura conservadora, foi favorável ao golpe militar de 1964, quando Goulart foi deposto, e ela passou a ocupar a presidência do Banco Nacional da Habitação (BNH).

Foi candidata ao governo do estado do Rio em 1981, pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), e chegou a ocupar o primeiro lugar nas pesquisas, mas não conseguiu se eleger. O candidato vitorioso, na ocasião, foi Leonel Brizola, que disputou pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT).

Eleita para a Câmara Federal, para o quadriênio 1987-1991, Sandra foi a segunda mais votada do estado, perfazendo um total de 137.595 votos. A eleição, naquele momento, tinha importância política especial porque o Congresso seria também Constituinte. Entre suas principais bandeiras, estavam o parlamentarismo, o voto distrital e o fundo partidário.

Na eleição para a Prefeitura do Rio, em 1992, participou de forma decisiva da campanha do candidato César Maia (PMDB), que venceu no segundo turno a candidata petista Benedita da Silva. Mais tarde, em 1995, participou do governo de Maia, assumindo a Secretaria Extraordinária de Projetos Especiais da Prefeitura do Rio de Janeiro.

Sandra Cavalcanti foi também diretora de um Jornal na TV Tupi, teve participação consagrada no corpo de jurados do “Programa de TV Flávio Cavalcanti”, e estrelou o programa Manchete Shopping Show, na TV Manchete.

POR: Rita Moraes
Publicado em 12/03/2022