ConexãoIn

Ministério da Cultura e Instituto Cultural Vale Apresentam Plantão de Utilidade Lúdica, um espetáculo da Cia Carroça de Mamulengos

 

Em meio a pandemia que assolou o mundo, mãe e filha, parceiras de cena e da vida, se unem para transformar o ócio e a solidão em arte e alegria para todos. Assim nasce Plantão de Utilidade Lúdica, espetáculo que a Cia. Carroça de Mamulengos apresenta, a partir do dia 05 de dezembro, em nove cidades dos estados do Espírito Santo e Minas Gerais, por onde passa a Estrada de Ferro Vitória a Minas. Através do projeto Plantão de Utilidade Lúdica – Cia Carroça de Mamulengos – De Volta aos Trilhos da Vale, patrocinado pelo Ministério da Cultura e o Instituto Cultural Vale, a trupe teatral itinerante,formada pela família Gomide há 47 anos, vai percorrer o interior do país, pela segunda vez, levando a arte popular brasileira através de apresentações e oficinas em escolas, comunidades, universidades, praças e teatros.

 

Encenada por Ana, 10, e Maria Gomide, 37, que também assina a direção, a peça nasce durante um dos momentos mais difíceis da história atual, quando famílias inteiras tiveram que se trancar em casa por conta da pandemia da Covid 19. Em meio ao turbilhão de emoções, inquietas, mãe e filha resolveram utilizar o ócio ao seu favor e começaram a criar juntas algumas cenas filmadas para serem vistas pela internet. “Logo que a pandemia começou, senti que não seria algo breve. Em 15 dias, nós já tínhamos feito e soltado um episódio pela internet. Quando as montagens online começaram a se tornar uma realidade, a gente já tinha a webserie pronta. O sucesso foi tanto que, assim que as portas abriram, levamos para os palcos”, conta Maria.

 

A montagem, que já foi apresentada na África e no Rio, fala sobre encontros e começos. Com muita alegria, diversão e momentos lúdicos, a dupla compartilha histórias reais e imaginárias, sempre interagindo com o público e construindo aos poucos, de forma orgânica e viva (como o teatro é) um “novo” espetáculo por onde passa. Em cena, duas palhaças brincantes, que nasceram e cresceram nos palcos, agora se encontram para contar suas experiências com a participação especial da Miota, uma boneca que Maria ganhou quando era criança e, hoje, quem dá vida é a filha, Ana. “Essa peça marca o encontro de três gerações da família Gomide. Eu e Ana em cena e meus irmãos e minha mãe nos bastidores. É muito emocionante contracenar com a minha filha e a boneca que meu pai me deu quando tinha a idade dela. São personagens que se perpetuam pelo tempo, sendo passados de geração em geração”, reflete.

 

Esta é a segunda vez que a companhia percorre o trajeto de Vitória a Minas. Para Maria, voltar às mesmas cidades que a cia passou em 2022 (com o espetáculo Janeiros) será uma experiência muito interessante. “É muito bom levar o teatro e a cultura brasileira para lugares aonde ele nunca chega. Muitas pessoas estavam assistindo uma peça pela primeira vez. Pode ser que a gente encontre uma nova plateia, mas também podemos reencontrar o mesmo público, que nos assistiu um ano atrás”, diz. Ela, que passou maior parte da vida viajando junto com os pais, está feliz por proporcionar à filha a mesma experiência. “Durante muitos anos, vivi com a mala pronta para a próxima viagem. Aprendi geografia andando pelas estradas. Agora, a Ana vai poder entender um pouco melhor essa experiência única, que só a itinerânciatraz, e que nos ensina coisas que não se aprende na escola”, afirma Maria.

 

 


Plantão
de Notícias Lúdicas
será apresentada em escolas municipais e estaduais, em apresentações exclusivas para estudantes, bem como em sessões abertas em locais públicos. Entre os dias 05 e 12 de dezembro e, a turnê passará por sete cidades de Minas, partindo de Bela Vista de Minas até Tumirtinga, e, depois, no Espírito Santos, pelas cidades de Ibiraçu e Aracruz, finalizando o roteiro em 14 de dezembro.

 

Oficinas – Em cada uma das cidades da turnê, a companhia fará duas oficinas em escolas locais, às 9h30: “Contos e Cantigas Populares” e “Oficina de Técnicas artesanais e criativas para a construção de formas animadas”. Voltados para estudantes e professores, os encontros oferecem ferramentas para desenvolver a imaginação e a criatividade. As oficinas são desdobramentos da escola Carroça de Mamulengos, que atua no Cariri (CE), onde está a sua sede, e também de forma itinerante atendendo a públicos de todas as idades, incluindo um curso de pós-graduação ministrado pela companhia em parceria com A Casa Tombada (SP).

 

Sobre a Cia. Carroça de Mamulengos

 

A Carroça de Mamulengos é uma trupe de formação familiar criada há 47 anos pelo bonequeiro Carlos Gomide e a atriz Schirley França. Hoje o grupo é composto pelos seus oito filhos, noras, genros e sete netas. A companhia teve origem na cidade de Brasília, mas tem residência no Cariri cearense, onde há décadas mantém uma escola de saberes populares. Formada por brincantes, atores, músicos, bonequeiros, contadores de histórias e palhaços, a família de artistas já se estende à sua terceira geração, levando aos palcos diversas montagens teatrais. Por ser de origem itinerante, a companhia trabalha em cena com pernas de pau, bonecos gigantes, poesia, dança e música inspiradas na cultura popular.

 

Mais informações: www.carrocademamulengos.com.br

Instagram: @carrocademamulengos

YouTube:  Carroça de Mamulengos  e Plantão de Utilidade Lúdica

Spotify e Deezer: Carroça de Mamulengos

 

Sobre o Instituto Cultural Vale

 

O Instituto Cultural Vale parte do princípio de que viver a cultura possibilita às pessoas ampliarem sua visão de mundo e criarem novas perspectivas de futuro. Tem um importante papel na transformação social e busca democratizar o acesso, fomentar a arte, a cultura, o conhecimento e a difusão de diversas expressões artísticas do nosso país, ao mesmo tempo em que contribui para o fortalecimento da economia criativa. Em 2021, são mais de 200 projetos criados, apoiados ou patrocinados em 24 estados e no Distrito Federal. Dentre eles, uma rede de espaços culturais próprios, patrocinados pela Vale via Lei Federal de Incentivo à Cultura, com visitação gratuita, identidade e vocação únicas: Memorial Minas Gerais Vale (MG), Museu Vale (ES), Centro Cultural Vale Maranhão (MA) e Casa da Cultura de Canaã dos Carajás (PA). Visite o site do Instituto Cultural Vale para saber mais sobre sua atuação: institutoculturalvale.org

 

Serviço

Horário: 1oh30. Entrada franca.

MINAS

05/12 – Bela Vista de Minas

Local: CEMEI Pedro Ferreira Nunes

06/12 – Santana do Paraíso (Ipabinha)

Local: Escola Municipal Ivone Damasceno

07/12 – Belo Oriente (Cachoeira Escura)

Local: Escola Municipal Hilda Morais  

08/12 – Naque

Local: Escola Municipal Pedro Fernandes Mafra

 

09/12 – Periquito (Pedra Corrida)

Local: Escola Municipal Dom José Maria Pires

11/12 – Governador Valadares

Local: CEU das Artes

12/12 – Tumiritinga

Local: Escola Municipal Professora Alcina Silva de Miranda

 

ESPIRITO SANTO

13/12 – Ibiraçu (Aricanga)

Local: EMEIEF Maria Lucas Gomes

14/12 – Aracruz (Barra do Riacho)

Local: EMEF Zenília Varzem Ribeiro

 

 

POR: Rita Moraes
Publicado em 07/12/2023