ConexãoIn

Luto na moda: morre aos 41 anos Virgil Abloh, criador da LV e considerado um dos mais influentes do mundo pela revista Time

O mundo da moda amanheceu ontem, domingo com a noticia do falecimento de uma das referências atuais da moda. Aos 41 anos, Virgil Abloh designer e atual diretor artístico de vestuário masculino da Louis Vuitton e da sua própria marca Off-White (fundada em 2012) faleceu vitima de um angiossarcoma, câncer raro no coração. A informação foi dada pelas redes sociais do estilista e do conglomerado LVHM, do qual fazem parte as duas marcas.

“Nós estamos devastados em anunciar o falecimento do nosso amado Virgil Abloh, um pai, marido, filho, irmão e amigo fortemente dedicado”, diz a mensagem postada na conta oficial do estilista no Instagram.

Em sua conta, a LVHM publicou uma nota lamentando a morte de Abloh. “Todos estamos chocados com esta notícia terrível. Virgil não era apenas um designer genial, um visionário, ele também era um homem com uma bela alma e grande sabedoria. A família LVMH junta-se a mim neste momento de grande tristeza, e todos pensamos nos seus entes queridos após o falecimento do marido, do pai, do irmão e do amigo”, disse o CEO do conglomerado, Bernard Arnault.

“Ele optou por enfrentar sua batalha em particular desde seu diagnóstico em 2019, passando por vários tratamentos desafiadores, ao mesmo tempo em que dirigia várias instituições importantes que abrangem moda, arte e cultura”, diz o comunicado da familia de Virgil no instagram.

Ele foi o segundo criador negro a ingressar na alta costura, depois de Olivier Rousteing na Bailman. Era um símbolo de avanço e quebra de preconceito em um mundo dominado por brancos. 

Inicio da fama

Virgil Abhlo chamou a atenção da grife LVHM depois do destaque que alcançou com a Off White, sua marca. Já em 2018, se tornou o primeiro estilista e o primeiro diretor criativo negro a ser contratado pela Louis Vuitton e vinha impondo à LV.

Característica de suas criações

Virgil fez a ponte entre a rua e o mercado de luxo. Utilizou muito em suas criações o “acessomórficas”, acessórios que se transformavam em roupas, e vice-versa e  usou de elementos do skate e do hip-hop, tratados por ele como alto artesanato. Ele misturou moda com  arte, considera pela Cosntança Pascolato, empresária e consultora de moda,  sua trajetória potente e singular merece todos os aplausos.

Já a  editora de moda sênior Vívian Sotocórno também teve a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente. “Virgil Abloh reinventou o papel de diretor criativo e a maneira de se fazer moda, ajudou a pavimentar uma moda mais colaborativa e com senso de comunidade, a trazer o streetwear para o mercado de luxo e a fortalecer uma geração de consumidores que quer se conectar com a essência de uma marca e não apenas com o produto. Também é um marco no caminhar por uma moda mais diversa, inclusiva e representativa, uma referência para toda uma comunidade e uma das mentes mais brilhantes dos nossos tempos.”

Abloh deixa sua esposa Shannon Abloh e seus filhos, Lowe e Gray.

Carreira

Nascido em Rockford, Illinois, filho de pais ganeses, ele se formou na Universidade de Wisconsin–Madison, em 2002, e no Instituto de Tecnologia de Illinois, em 2006, com licenciaturas em engenharia civil e arquitetura, respectivamente. Virgil entrou para o mundo da moda a partir de um estágio na Fendi, em 2009, junto com o rapper Kanye West. Os dois começaram uma colaboração artística que lançaria a carreira de Abloh a partir da fundação da Off-White. A revistaTime nomeou Virgil Abloh como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo em 2018.

#conexaoin

#conectadocomanoticia 

#moda

#morte

#LV

#virgilabloh

POR: Rita Moraes
Publicado em 29/11/2021