ConexãoIn

Instituto Steve Biko comemora 30 anos de educação afirmativa antirracista, com aula pública, novos projetos e parcerias

Ampliando projetos, parcerias e possibilidades de alcance para promoção da educação para valorização político-social da população negra, O Instituto Steve Biko completa 30 anos de fundação e trajetória com novos projetos e parcerias. No dia 31 de julho, data comemorativa de aniversário, os estudantes da turma 2022, batizada Nkosinathi Biko, em homenagem ao filho do líder sul-africano Bantu Steve Biko, participam de Trilha Ancestral no Parque de São Bartolomeu. A aula será aberta também para egressos do pré-vestibular social pioneiro do país na preparação de pessoas negras para o ingresso no Ensino Superior, que já beneficiou mais de cinco mil estudantes, com número superior a duas mil aprovações nas Universidades.

As atividades celebrativas da trajetória desta instituição pela qual já passaram grandes nomes do cenário intelectocultural baiano, a exemplo do músico Dão, da escritora doutora em Estudos Feministas, Carla Akotirene, entre outros, incluem a preparação para o lançamento da Faculdade Steve Biko, primeira instituição superior na Bahia voltada para uma educação pautada no antirracismo, inclusão e diversidade, com a proposta de reverter a lógica eurocêntrica e colonial do conhecimento.  O prédio onde funcionará a Faculdade, na área central de Salvador, próximo ao Campo Grande, se encontra em período de finalização das obras estruturais.

Entre as novidades apresentadas pelo Instituto neste ano de 2022, está também um acordo inédito de parceria recém firmado com o IFBA – Instituto Federal da Bahia, que permitirá aos estudantes da Biko a utilização dos laboratórios da entidade, e, em contrapartida, a incorporação da disciplina de Cidadania e Consciência Étnico-Racial, carro-chefe da Biko, na agenda do IFBA. A parceria está atrelada ao novo projeto intitulado OgunTec, voltado para o ensino das ciências e tecnologias, que tem, entre os seus destaques, a utilização de podcasts em suas metodologias educativas. Intitulado ComCiência Negra, os Podcasts lançados em 2021 trazendo nomes de grandes mulheres e homens cientistas negros da história brasileira e mundial, ganharão uma nova temporada com lançamento no segundo semestre deste ano.

“Sinto-me privilegiada por fazer parte desta história que vem transformando vidas, e tornando sonhos possíveis. Nessa trajetória, tenho acompanhado o crescimento da Biko e a constante ousadia em adentrar as universidades. Hoje, podemos reafirmar que o lugar do povo preto é onde quisermos estar”, ressalta Jucy Silva, Diretora Pedagógica do Instituto Cultural Steve Biko.

POR: Rita Moraes
Publicado em 25/07/2022