ConexãoIn

Filha transexual de Musk quer tirar sobrenome do pai

De acordo com o site norte-americano TMZ, a filha de Musk acabou de completar 18 anos e quer ser reconhecida pelo nome de Vivian Jenna Wilson. Ao nascer, ela foi registrada como Xavier Alexander Musk.

Vivian justificou o pedido de retirada do sobrenome paterno dizendo que não deseja estar ligada ao pai biológico de nenhuma forma. Ela é filha de Justine Wilson, com quem o CEO da Tesla, foi casado entre 2000 e 2008 e teve cinco, incluindo Vivian, de seus sete filhos. A audiência para a mudança de nome está marcada para sexta-feira, 24, na Califórnia, nos Estados Unidos.

Uma captura de tela compartilhada no Twitter Know Nothing TV mostra documentos legais arquivados em abril no condado de Los Angeles (EUA) com uma petição para alterar um nome. O pedido foi feito pela jovem logo após completar 18 anos.

No pedido feito à Justiça, a jovem declara que a razão para a mudança de nome é que deseja ser reconhecida como mulher e não quer mais ter o nome relacionado ao pai biológico de forma alguma.

Musk tem sete filhos: Griffin, Vivian, Kai, Saxon, Damian, que teve com a escritora canadense Justine Wilson, que foram casadas de 2000 a 2008, e X AE A-XI e Exa Dark Sideræl , que compartilha com a cantora Grimes .

Musk ainda não se pronunciou publicamente sobre o assunto, mas em 2020 ele postou em suas redes sociais que apoiava a comunidade trans, mas que “todos esses pronomes são um pesadelo estético”.

Homem mais rico do mundo 

Musk, o presidente executivo da Tesla e da SpaceX, é a pessoa mais rica do mundo, com um património líquido estimado em 214 mil milhões de dólares [203 mil milhões de euros].

Ele tem sido criticado por algumas declarações no Twitter sobre questões de identidade de género. Por exemplo, em dezembro de 2020, publicou um tweet, entretanto apagado, que dizia “quando pões ele/ela na tua biografia” juntamente com um desenho de um soldado do século XVIII a esfregar sangue no seu rosto em frente de uma pilha de cadáveres e usando um boné que dizia “Adoro oprimir”.

Em resposta às críticas a esse tweet, Musk escreveu no Twitter: “Apoio absolutamente o trans, mas todos estes pronomes são um pesadelo estético”. Ele também salientou que Tesla tinha obtido uma classificação de 100% na Campanha dos Direitos Humanos, como sendo um dos “Melhores Lugares para Trabalhar para a Igualdade LGBTQ+”. A Tesla mantém essa classificação de 100% na classificação do HRC de 2022.

Musk afirmou também no Twitter que está inclinado a apoiar o governador da Florida, Ron DeSantis, nas eleições presidenciais de 2024. DeSantis impulsionou e assinou recentemente legislação que é conhecida pelos críticos como a lei “Don’t Say Gay”, que visa introduzir limites nos debates sobre homossexualidade e questões trans nas escolas públicas do estado.

Repercussão 

As notícias da filha do Musk foram publicadas durante o fim-de-semana nos meios de comunicação social, e em histórias no site de notícias de celebridades The Blast, bem como no Los Angeles Times de segunda-feira. Há uma audiência para o caso marcada para esta sexta-feira.

No domingo de manhã, Musk publicou um tweet com cumprimentos do Dia do Pai, seguido de outro tweet que dizia “Eu amo tanto todos os meus filhos”.

A CNN não conseguiu contactar Vivian Jenna Wilson para obter comentários, e não houve comentários dela noutras notícias sobre o processo.

POR: Rita Moraes
Publicado em 21/06/2022