ConexãoIn


Com atleta da seleção Brasileira, time feminino do Instituto de Cegos da Bahia disputa campeonato em São Paulo

Na semana em que se celebra o Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência, o time feminino de goalball do Instituto de Cegos da Bahia (ICB), um dos maiores times do país e que recentemente conquistou o inédito título do Regional Nordeste, vai participar do Campeonato Brasileiro de Goalball em São Paulo, neste sábado, 24. O torneio segue até o dia 01 de outubro.

Uma das integrantes do time é a estudante baiana Hoseanne Costa, eleita como atleta revelação na última competição e que foi convocada para treinar na Seleção Brasileira de Goalball pela Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV). A jovem que sempre teve o sonho de estar na seleção, durante a pandemia ficou sem praticar a modalidade e até chegou a pensar em desistir do esporte. “Decidi voltar a praticar o goalball esse ano e para minha surpresa fui convocada para seleção de base e recebi o troféu de atleta destaque. Foi uma confirmação de que eu tenho que continuar. Valeu muito a pena não ter desistido. O desânimo às vezes bate por conta das dificuldades, mas o esporte para mim representa justamente luta e superação. Tenho a certeza que todo meu esforço e dedicação valeram a pena”, afirma.

A equipe feminina que, pela primeira vez na história, ocupa a série A do Campeonato Brasileiro coleciona títulos regionais e nacionais e vai em busca de mais um triunfo. O golbol ou goalball é um jogo praticado por atletas com deficiência visual e tem como objetivo arremessar uma bola com as mãos no gol do adversário. O time masculino de goalball compete pela série B de 25 a 29 de outubro.

A preparação para a competição é feita com treinamentos realizados três vezes na semana, segunda, quarta e sexta, na sede do ICB, localizado no Barbalho. Os atletas são preparados para uma melhor performance nas quadras. O esporte é uma das ferramentas que o instituto utiliza para possibilitar ao deficiente visual a sua atuação de forma funcional na sociedade.

Segundo a presidente do ICB, Heliana Diniz, o time do instituto representa com maestria o nome da Bahia e do Brasil nas competições. “Nosso time é formado por grandes jogadores que dão o seu melhor para conquistar esses títulos. Nossos atletas são motivo de muito orgulho para o nosso estado. Esse trabalho que fazemos através do esporte, além de promover a inclusão, contribui para o desenvolvimento  da  autoestima, do pertencimento e do bem estar dessas vidas”, afirma.

No final do ano, é a vez do time de futebol do ICB entrar em campo para disputar mais um título. De 25 de novembro até 01 de dezembro, o time masculino vai competir pela série B do Campeonato Brasileiro de  Futebol de Cegos, na capital paulista.

POR: Rita Moraes
Publicado em 27/09/2022