ConexãoIn

CANTORA LÍRICA MICHELLE DE CASTRO APRESENTA REPERTÓRIO DE AUTORES CLÁSSICOS CARIOCAS EM CONCERTO AUTOBIOGRÁFICO

 

Uma carioca da Zona Norte que encontrou na música clássica seu propósito de vida. Assim começa a história da cantora lírica Michelle de Castro, que desde menina se encantou pelo gênero musical e fez dele sua profissão. Para contar um pouco mais sobre sua trajetória, a artista apresenta dentro do projeto “Clássicos aos Domingos”, no Centro da Música Carioca Artur da Távola, na Tijuca, o concerto autobiográfico “A Lírica Carioca”, dia 10 de dezembro, às 11h, em única apresentação. Acompanhada pelo pianista Rafael Simonaci, a cantora divide com o público momentos marcantes de sua carreira, entremeando depoimentos pessoais com canções de autores do Rio de Janeiro.

 

 

Criada em Thomaz Coelho, Michelle teve seu primeiro contato com a música clássica no coral da igreja, na mesma época que Rafael, seu parceiro de cena. Logo, se interessou não só pelo canto como também pelo piano. Desde cedo, dedicou-se aos estudos de ambos e, no momento de escolher sua profissão, não pensou duas vezes. Formou-se pelo Conservatório Brasileiro de Música, onde já começou a dar seus primeiros passos profissionais. Foi também durante a graduação que conheceu Licio Bruno, diretor musical do concerto. “O espetáculo nasce a partir do encontro com essas pessoas que me acompanharam. Em princípio, não seria um concerto autobiográfico, mas, com o decorrer das conversas e ensaios, achamos que seria a melhor maneira de apresentar esse repertório que é tão íntimo para mim”, conta Michelle.

 

 

A proposta é justamente buscar criar uma identificação com a plateia, aproximando o grande público do gênero musical que, por vezes, acaba sendo distanciado, seja pela falta de informação ou pela escassez de apresentações acessíveis a todos. Por isso também, a preocupação pela escolha de um repertório cantado em português e com canções que falem do cotidiano. “Quando se fala em música erudita, as pessoas logo pensam na ópera, aquela voz empostada, cheia de pompas. Mas não é só isso. A música clássica é mais uma forma de expressar as emoções e cenas do nosso cotidiano. Nesse espetáculo, procuramos manter a qualidade, mas com uma forma mais natural de cantar e se relacionar com o material poético. A ideia é trazer proximidade com o falar do português do Brasil, que estamos acostumados”, explica Licio.

Cada uma das obras selecionadas representa um momento importante na carreira de Michelle, como as canções que abrem o recital _ “Aveludados” e “Sonho de Vesperal”, de Lorenzo Fernandes _, as duas primeiras músicas que a artista apresentou na faculdade. De Villa Lobos, a cantora escolheu, entre outras, “Melodia Sentimental”, “Canção do Amor” e “Bachianas, nº 5”, peça que ela apresentou como conclusão de curso e que depois a acompanhou ao longo dos anos. Também faz parte do repertório uma canção de Chiquinha Gonzaga, “Meu Deus que Maxixe Gostoso”, que Michelle vai cantar pela primeira vez. “Achei que seria interessante colocar uma música dela por ser uma mulher pioneira e da Zona Norte, como eu”, explica ela.

Com preparação corporal de Thales Sauvo, o teatro também está presente no concerto, transformando os comentários e narrativas em pequenas cenas entre uma música e outra. “Nós queremos que o público chegue e se sinta em casa, como se estivesse dividindo um momento de intimidade comigo”, diz. “Nosso principal objetivo foi manter a naturalidade dela. As pessoas vão chegar e encontrar a Michelle, essa jovem artista da Zona Norte que encontrou no lírico a sua forma de expressão, mas que é uma pessoa normal como eu e você”, completa Licio.

FICHA TÉCNICA

Idealização e Voz: Michelle de Castro

Piano: Rafael Simonaci

Direção Musical e Preparação Vocal: Licio Bruno

Direção de Produção e Preparação Corporal: Thales Sauvo

Direção de Movimento: Rafael Cobo

Indumentária e Cenografia: Layze Luzial

Iluminador e Técnico de Luz: Ademir Lamego

Técnico de Som: Lucas Fernandes

Designer: Bruno Sanches

Fotografia: Josélia Frasão

 

SERVIÇO

Michelle de Castro em “A Lírica Carioca”

Local: Centro da Música Carioca Arthur da Távola – Sala Paulo Moura (Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca)

Data: 10/12/23

Horário: 11h

Valor: R$ 10 (inteira) R$ 5 (meia)

Duração: 60 min

Contato: (21) 3238-3831

POR: Rita Moraes
Publicado em 03/12/2023