Após a detenção do ator e da esposa, na quinta-feira, a polícia espanhola revistou a casa onde moram em buscas de provas do suposto crime.

Luis Lorenzo e Arancha são acusados da morte de Isabel, que há um ano foi convidada pela sobrinha a mudar-se das Astúrias para a casa dos dois, em Rivas Vaciamadrid. Em junho de 2021, a idosa morreu e um médico certificou a causa da morte como natural, tendo em conta o diagnóstico de demência e de outras doenças de que sofria.

O irmão de Isabel não ficou convencido. Desconfiava da atitude do casal, que chegou a impedi-lo de falar com ela ao telefone. Decidiu pedir uma autópsia ao corpo e o resultado apontava para homicídio. A polícia encontrou vestígios de manganês e cádmio — dois metais pesados, muito tóxicos —, cuja presença em doses elevadas pode conduzir à morte.

Durante a investigação, descobriu-se que o casal retirou várias quantias de dinheiro à idosa; numa ocasião levantaram 30.000 euros só de uma vez. Também foi revelado que, antes da morte de Isabel, o testamento foi alterado para que toda a herança fosse deixada à sobrinha.