ConexãoIn


Aluno da Escola Britânica, a mais cara do Rio de Janeiro leva arma e exibe aos colegas

O grupo de Whatsapp de pais e mães da Escola Britânica, com mensalidade em torno de R$ 4.440 e filosofia e práticas vindas do país europeu, considerara uma das escolas mais tradicionais e a mais cara da cidade

viveram momentos de grande tensão com o anúncio de que um aluno da unidade de Botafogo teria levado uma arma para as dependências do colégio. O estudante teria exibido o objeto para os amigos e avisado que levaria a munição em outro dia da semana.

O grupo de Whatsapp de pais e mães da sofisticada Escola Britânica viveram momentos de grande tensão com o anúncio de que um aluno da unidade de Botafogo teria levado uma arma para as dependências do colégio. O estudante teria exibido o objeto para os amigos e avisado que levaria a munição em outro dia da semana.

A Britânica, ainda segundo o grupo de WhatsApp, teria enviado uma mensagem avisando que o caso estaria sendo investigado apenas para os pais de alunos do ano da criança que levou a arma.

A escola diz ainda que “esse tipo de incidente pode ser valioso para um aprendizado para todos” e confirma que “os alunos estão seguros dentro da unidade”. Promete também melhorar os procedimentos de segurança. O comunicado é assinado por Jeremy Wong, diretor interino da unidade.

POR: Rita Moraes
Publicado em 13/08/2022