ConexãoIn

A Voz do Soul Brasileiro se calou: morre, aos 91 anos Elza Soares

Morreu por “causas naturais” nesta quinta-feira 20, aos 91 anos, no Rio de Janeiro, a cantora Elza Soares. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da artista. “É com muita tristeza e pesar que informamos o falecimento da cantora e compositora Elza Soares, aos 91 anos, às 15 horas e 45 minutos em sua casa, no Rio de Janeiro, por causas naturais”, diz o comunicado enviado pela assessoria da cantora. 

Ícone da Música Popular Brasileira

Ao longo de sua carreira, Elza Soares foi exemplo de vitalidade e revolução. Uma voz na cantoria negra, sempre alerta para abordar assuntos como a violência contra a mulher, racismo e liberdade sexual. Nascida Elza Gomes da Conceição foi também compositora.

Em 1999, foi eleita pela Rádio BBC de Londres como a cantora brasileira do milênio. A escolha teve origem no projeto The Millennium Concerts, da rádio inglesa, criado para comemorar a chegada do ano 2000. Além disso, Soares aparece na lista das 100 maiores vozes da música brasileira elaborada pela revista Rolling Stone Brasil.

Vida difícil marcada pela tragédia

Elza nasceu em uma família muito humilde, composta por dez irmãos, na favela da Moça Bonita, atualmente Vila Vintém,  em Padre Migeul e ainda pequena mudou-se para um cortiço no bairro da Àgua Santa, onde foi criada. Teve uma infância livre, vivia a brincar na rua, soltar pipa, piões de madeira, até brigar com os meninos. Humilde, porém feliz para uma criança, apesar de ter que ajudar a mãe nos serviços domésticos, levando latas d’água na cabeça.

Casamentos conturbados

Sofreu agressões físicas durante o tempo que casou-se com Alaordes, com  apenas 13 anos de idade, e teve três filhos. Um deles, o mais novo morre de fome, tal eram as condições de vida da artista. Fica viúva aos 20 anos. Sozinha, alimentando e educando seus dois filhos, sofre outra tragédia familiar, a filha mais nova é sequestrada. Em 1950, sua filha de apenas um ano foi sequestrada pelo casal que tomava conta da menina enquanto Elza trabalhava. Foram trinta anos de busca, com policiais e detetives à procura. Elza, sempre triste e angustiada, só reencontrou a filha já adulta, que não sabia de nada. Com o tempo, se aceitaram como mãe e filha. Como o crime prescreveu, o casal não foi preso. Mesmo com revolta e dor, perdoou os sequestradores de sua filha, já que a criaram muito bem.

Em 1962 se casa com o então famosos jogador de futebol Garrincha e vivem juntos 16 anos. Elza adota os filhos de Garrincha e tem mais um filho com ele.  Foi também vítima de agressões físicas,  ciúmes doentios, traições e humilhações, enquanto a jogados se afundava no alcóol. Se divorciam em 1982. Ao todo Elza Soares teve 8 filhos e quatro casamentos. 

São 36 discos, 6 coletãneas, milhares de apresentações no Brasil e no exterior. Foi enredo da Unidos do Cabuçu, no carnaval de 2021 e da Escola Independente de Padre Miguel em 200. 

POR: Rita Moraes
Publicado em 20/01/2022