ConexãoIn

À LA CARTE traz clássicos do horror na semana da sexta-feira 13

O Belas Artes À La Carte preparou uma programação especial para a próxima semana. Os cinéfilos fãs de horror não podem perder as cinco estreias que chegam na quinta-feira, 12 de agosto, ao streaming.

Entre as cinco filmes estão dois clássicos italianos: “O chicote e o corpo” (1963), de Mario Bava (o “Maestro do Macabro”), suspense psicológico mórbido, encenado de forma esplendorosa por um dos maiores diretores do cinema de horror, mestre dos efeitos especiais e que influenciou diretores Guillermo del Toro e Tim Burton; e “O Pássaro das Plumas de Cristal” (1970), primeiro filme dirigido por Dario Argento, cujo estilo o levou a ser frequentemente chamado de “o Hitchcock italiano”. Com a colaboração dos geniais Vittorio Storaro, que assina a fotografia, e Ennio Morricone, responsável pela trilha sonora, Dario Argento entrega o que muitos consideram a obra definitiva do giallo, subgênero do horror caracterizado por suspense, mortes violentas, terror psicológico e erotismo.

O À La Carte também traz um cult que marcou adolescentes nos anos 80 e 90: “As faces da morte” (1978), de John Alan Schwartz. O VHS (e depois o DVD), que na época trazia na capa a impactante informação de “banido em mais de 40 países”, fez o filme – um espetáculo do horror, com rituais satânicos e execuções – passar de mão em mão e arrepiar a espinha até dos mais corajosos. Uma grande jogada de marketing que em uma época sem internet manteve a procura pelo filme por décadas.

“Repulsa ao sexo” (1965), que inaugura a chamada “trilogia do apartamento macabro”, de  Roman Polanski, ao lado de “O Bebê de Rosemary” e “O Inquilino” (1976), é a primeira produção em língua inglesa do diretor. Estrelado por Catherine Deneuve, o obra é um assustador terror psicológico sobre uma mulher traumatizada pelo abuso sexual sofrido no passado.

E para fechar as estreias, o streaming traz um filme nacional: “Fábio Leão – Entre o crime e o ringue” (2013), documentário de Paulo Thiago, que apresenta a trajetória vitoriosa de Fábio Leão, um consagrado nome do MMA que entrou para o mundo do crime quando jovem, mas superou os obstáculos através do esporte. Outros quatro filmes do cineasta, que faleceu este ano, podem ser assistidos no À LA CARTE: “Soledade, a bagaceira”, “Sagarana, o duelo”, “Águia da cabeça” e “Policarpo Quaresma – o herói do Brasil”.

Confira abaixo as sinopses dos filmes:

O chicote e o corpo (Whip and the body | La frusta e il corpo)

Itália | França, 1963, Horror, 92 min, 16 anos

Direção: Mario Bava

Elenco: Daliah Lavi, Christopher Lee, Tony Kendall

Sinopse: O fantasma de um nobre sádico tenta reacender seuromance com sua ex-amante masoquista e aterrorizada, que está noiva de seu irmão contra sua vontade.

Curiosidades: Este foi um dos poucos filmes europeus que Sir Christopher Lee fez sem fornecer sua voz para a dublagem na pós-produção, pois ele já havia retornado para casa, na Suíça, se arrependendo depois por não ter esperado para dublar, pois considerava este o melhor de seus filmes europeus. A maioria do elenco e da equipe técnica foram obrigados a usar pseudônimos em inglês porque os produtores esperavam enganar o público italiano pretendendo que pensasse que o filme foi produzido incógnito por um estúdio britânico ou americano, como a Hammer Film Productions ou American International Pictures. Quando o produtor Luciano Martino sugeriu ao diretor Mario Bava que usasse “um antigo nome americano” como pseudônimo, ele jocosamente levou a sugestão a um grau literal assinando como “John M. Old”.

 

O pássaro com plumas de cristal (The bird with the crystal plumage)

Itália | Alemanha Ocidental, 1970, Horror, 96 min, 14 anos

Direção: Dario Argento

Elenco: Tony Musante, Suzy Kendall, Enrico Maria Salerno

Sinopse: Um expatriado americano em Roma testemunha uma tentativa de assassinato que está conectada a uma onda de assassinatos em andamento na cidade e conduz sua própria investigação apesar de ele e sua namorada serem alvos do assassino.

Curiosidades: Tony Musante era um ator muito intenso e há rumores de que ele frequentemente aparecia no apartamento de Dario Argento às 3 da manhã para discutir a caracterização, o que aborrecia enormemente o diretor. “O Pássaro das Plumas de Cristal”, estreia de Dario Argento como diretor, foi exibido em um cinema de Milão por 3 anos e meio, tamanha foi a popularidade do filme em sua Itália natal. Este foi o primeiro filme dirigido por Dario Argento, cujo estilo o levou a ser frequentemente chamado de “o Hitchcock italiano”.

 

As faces da morte (Faces of death)

EUA, 1978, Documentário/Horror, 105min, 18 anos

Direção: John Alan Schwartz

Elenco: Michael Carr, Samuel Berkowitz, Mary Ellen Brighton

Sinopse: Um dossiê da morte bem de perto, de todos os ângulos. Uma sangrenta luta de cães, um jantar com cérebro de macaco, um homem ateando fogo no próprio corpo, uma visita a um quarto de autópsias entre outras atrocidades mortais.

 

Repulsa ao sexo (Repulsion)

Reino Unido, 1965, Drama, 105 min, 14 anos

Direção: Roman Polanski

Elenco: Catherine Deneuve, Ian Hendry, John Fraser

Sinopse: Uma mulher com repulsa sexual que desaprova o namorado da irmã afunda em depressão e tem visões terríveis de estupro e violência.

Curiosidades: “Repulsa ao Sexo” contém a primeira representação do orgasmo feminino (apenas som) a ser aprovada pelo British Board of Film Censors, organização responsável pela classificação de filmes, DVDs e alguns jogos eletrônicos dentro do Reino Unido. Este filme, junto com “O Bebê de Rosemary” (1968) e “O Inquilino” (1976), forma uma trilogia de Roman Polanski sobre os horrores dos apartamentos urbanos. Em sua autobiografia, Roman Polanski admitiu que ele e o co-roteirista Gérard Brach idealizaram “Repulsa ao Sexo” para que ele obtivesse um sucesso comercial que os ajudasse a financiar “Armadilha do Destino” (1966), um projeto muito mais pessoal para eles.

 

Fábio Leão – Entre o crime e o ringue

Brasil, 2013, Documentário, 85 min, 10 anos

Direção: Paulo Thiago

Elenco: Fábio Leão

Sinopse: Conheça a trajetória vitoriosa de Fábio Leão, um consagrado nome do MMA que entrou para o mundo do crime quando jovem, mas superou os obstáculos através do esporte.

Curiosidades: O atleta Fábio Leão foi tricampeão Carioca de kickboxing, vicecampeão de Muay Thai e medalha de prata em kickboxing no Pan Americano e no Sul-afriano. A paixão de Fábio Leão por artes marciais surgiu na infância, quando, aos 10 anos, ele já era fã de Bruce Lee e começou a praticar Karatê. Nascido numa favela da zona oeste do Rio de Janeiro, atualmente conhecida como comunidade Villa Kennedy, Fábio começou a cometer delitos ainda na adolescência e aos 13 anos já fazia parte de uma quadrilha que praticava assalto à mão armada.

 
POR: Rita Moraes
Publicado em 10/08/2021