ConexãoIn

A jornalista Maria Fortuna estreia no Manouche o projeto “Conversas para Iluminar o Mundo” e recebe o pai Perfeito Fortuna – dia 23/01

Conversas para inspirar e provocar reflexões sobre as dores e delícias de estar vivo. Sobre os assuntos e sentimentos que nos fazem se reconhecer e se afirmar no outro. Como precisamos nos responsabilizar e, sobretudo, agir para fazer um outro mundo aqui na Terra. Tirar o mofo do que não nos serve mais.

 

Esse é o fio que conduzirá as noites de terça-feira no palco do Manouche, a partir de 23 de janeiro, com o projeto “Conversas para Iluminar o Mundo”, título inspirado (e com as bênçãos) em Ailton Krenak. É quando a jornalista Maria Fortuna receberá nomes seminais da cultura do país para falar da arte como alimento e motor dessas transformações. E na estréia do projeto Maria recebe Perfeito Fortuna – ator, produtor e promotor de eventos luso-brasileiro membro do grupo teatral Asdrúbal Trouxe o Trombone e fundou o Circo Voador – quando pai e filha se encontrarão para muita conversa sobre arte, vida e reflexões (os dois aqui em foto de Léo Martins).

 

Assim como vem fazendo nas páginas do Jornal O Globo, em entrevistas reveladoras e contundentes com personalidades que constroem a arte do Brasil, Maria jogará luz tanto na intimidade quanto nos pensamentos do entrevistado sobre questões que estão no centro do debate contemporâneo.

 

E como a arte é o que nos move a estar ali, a ideia é que o entrevistado, em algum momento da conversa, se sirva daquela ribalta. Seja falando ou interpretando um texto, tocando uma música ou apresentando qualquer outra manifestação artística que faça sentido para ele e nos inspire.

 

Para tudo não se acabar na terça-feira e tendo a consciência da importância da memória – afinal, como disse Aldir Blanc, “futuro é para quem lembrar” -, registraremos as entrevistas, que serão disponibilizadas em um canal e nas redes do projeto.

 

 

Serviço:

Show: “Conversas para Iluminar o Mundo” – Maria Fortuna entrevista Perfeito Fortuna

Local: Manouche: (Rua Jardim Botânico, 983, – subsolo da Casa Camolese/Jd. Botânico)

Data e horário: 23 de janeiro, terça, às 20h30

Preço: R$ 50,00 (ingresso solidário – levando um quilo de alimento não perecível ou livro, a ser doado para o ONG Instituto da Criança – e meia-entrada) l R$ 100,00 (inteira)

Capacidade: 90 pessoas (público sentado)

Vendas: https://linktr.ee/clubemanouche

 

POR: Rita Moraes
Publicado em 17/01/2024