ConexãoIn


Sonia Guajajara é eleita presidenta do Fundo para Desenvolvimento dos Povos Indígenas da América Latina e do Caribe

Deu o que falar…

A ministra Sonia Guajajara celebra o fato de o Brasil assumir este protagonismo indígena internacional/ Foto: Filac/Divulgação

O órgão desempenha um papel crucial ao facilitar o diálogo e construir consensos entre os diversos atores do desenvolvimento indígena. É ele que define estratégias para o Plano de Ação Ibero-Americano para a Implementação dos Direitos dos Povos Indígenas, por meio do fortalecimento da sua economia como caminho para garantir um futuro com sustentabilidade e preservação do meio ambiente.
Para Sonia Guajajara, a colaboração entre representantes de governos e indígenas na diretoria do Filac vai permitir a construção de um futuro justo, sustentável e inclusivo para todos. “Vamos nos unir como diretoria do Filac por meio de um processo de diálogo, cooperação e tomada de decisões conjuntas. Essa colaboração é essencial para garantir que as políticas e ações do fundo sejam equitativas, inclusivas e alinhadas com as necessidades e aspirações dos povos indígenas da América Latina e do Caribe”, afirmou a ministra, que celebrou o fato de o Brasil assumir este protagonismo indígena internacional.

 

POR: Rita Moraes
Publicado em 01/06/2024