ConexãoIn


Pasmem! ex-CEO das Americanas trocou de nome na Espanha e morava em prédio só com familiares

Miguel Gutierrez na porta do prédio em que mora, em Madri, na Espanha

Foto do jornal O Globo 

 

Deu o que falar…

O ex-CEO da Americanas, que foi preso e depois solto em Madri no final da semana, trocou de nome quando chegou na Espanha, há um ano. Ele deixou de usar o Gutierrez, assim como todos os familiares que estão com ele por lá, e passou a se chamar Miguel Sarmiento Gomes Pereira quando se naturalizou espanhol.

De acordo com relatos dos investigadores espanhóis que ajudaram a localizá-lo na Espanha nos últimos meses aos brasileiros, a mudança teria dificultado o trabalho de encontrar o executivo quando foram contatados pela Polícia Federal, em fevereiro deste ano. Embora o próprio Gutierrez tenha afirmado que estava em Madri, naquele momento o endereço dele não era conhecido da polícia.

O ex-CEO, que é investigado por fraude contábil, manipulação de mercado, insider trading e associação criminosa, teve a prisão preventiva decretada e foi incluído na lista de foragidos da Interpol. Mas, como tem cidadania espanhola, ele teve o passaporte recolhido, terá que se apresentar a cada 15 dias na unidade policial local e não pode sair da Espanha até a conclusão da investigação.

POR: Rita Moraes
Publicado em 01/07/2024