ConexãoIn

Pandemia afeta psicológico e profissionais tiram a própria vida

A pandemia do Covid-19 não está matando apenas quem desenvolve os sintomas graves, mas o psicológico de profissionais da linha de frente em várias partes do mundo. Na Itália, a enfermeira tirou a própria vida, depois de testar positivo para o novo Coromavírus. O fato aconteceu na Lombardia, região mais afetada pela pandemia. Ela trabalhava na linha de frente na unidade de terapia intensiva do Hospital San Gerardo, na Lombardia, região mais afetada pelo coronavírus. Segundo a Federação Nacional de Enfermagem, a profissional estava sob muito estresse devido ao alto número de vítimas. O estado piorou a partir do momento em que ela foi diagnosticada com a doença.

Outro caso de suicídio aconteceu no último final de semana em um hospital de Nova York, nos EUA. Após perder diversos pacientes para a doença, e pressionada pela alta carga de trabalho e pelo perigo que envolve a rotina de uma UTI, uma médica do Hospital Presbiteriano acabou se matando.

Segundo informações do jornal The New York Times, a doutora Lorna M. Breen, que era diretora do departamento de emergência do hospital, foi encontrada pelo pai em um cômodo da casa que dividia com a família na cidade de Charlottesville, no estado da Virgínia, na noite do último domingo, 26.

De acordo com Tyler Hawn, porta-voz da Polícia de  Charlottesville , uma equipe de socorristas foi enviada ao local e encaminhou a médica para o pronto-socorro de um hospital da região, mas ela acabou não resistindo aos ferimentos.#conexaoin99#conexaoinnaCoberturadoCoronavirus

 

POR: Rita Moraes
Publicado em 28/04/2020