ConexãoIn

Linda Evagelista declarou apoio a mulheres que acusam seu ex-marido de estupro

A supermodelo Linda Evangelista abalou a imprensa mundial, ao declarar seu apoio às mulheres que acusam seu ex-marido, Gérald Marie, de abuso sexual e estupro.

Em entrevista à revista “Weekend”, do jornal “Guardian”, a super modelo disse que acredita nos relatos sobre o ex-diretor da agência de modelos Elite na Europa, com quem foi casada entre 1987 e 1993.

No final de setembro, a justiça francesa abriu uma investigação por estupro de menores contra Marie. O processo foi iniciado após acusações de ex-modelos e de uma jornalista da BBC.

“Durante meu relacionamento com Gérald Marie, eu sabia nada dessas alegações sexuais contra ele, então fui incapaz de ajudar essas mulheres”, afirmou Evangelista. “Ouvindo elas agora, e baseada nas minhas próprias experiências, acredito que estão falando a verdade. Parte meu coração, porque essas feridas nunca vão cicatrizar, e eu admiro sua coragem e força por falarem sobre isso hoje.”

De acordo com o The Guardian, as quatro denúncias “encorajaram” outras cinco mulheres a acusar Marie de violação e agressão sexual, entre as quais as ex-modelos Wendy Walsh, Ann Maguire, EJ Moran e Carre Otis.

O ex-diretor da agência que já representou algumas das melhores modelos do mundo contestou “firmemente” as acusações. Segundo os seus advogados, pretende contribuir para que se alcance a verdade “no âmbito da investigação criminal aberta”.

Quem é Gerald Marie

Gérald Marie, de 70 anos, é atualmente diretor da agência Oui management. Antes disso, ele foi o chefe histórico para a Europa da agência Elite, a maior do mundo, criada em 1971 em Paris por John Casablancas e Alain Kittler, e que ficou conhecida por ter ter representado algumas das modelos mais famosas das passarelas, como Naomi Campbell, Claudia Schiffer ou Cindy Crawford.

Ele nega as acusações.

Entre as quatro mulheres que motivam o processo na França está Carré Otis, que foi modelo nos anos 1990.

Ela diz que foi estuprada diversas vezes pelo executivo em 1986, quando tinha 17 anos e morava em um quarto no apartamento de Marie. Na época, ele já namorava Evangelista.

No sábado, 17, a “Weekend” publicou relatos de oito mulheres que acusam Marie de má conduta sexual ou de estupro.

#conexaoin99

#conectadocomanoticia 

POR: Rita Moraes
Publicado em 19/10/2020