ConexãoIn

Joe Biden é o novo Presidente dos EUA e inicia mandato revogando ações de Trump com 17 decretos

Antes mesmo da cerimônia de posse, que aconteceu ontem, 20, no Capitólio,  a equipe de Joe Biden, 78 anos, anunciou que o presidente marcará sua entrada na Casa Branca com 17 decretos para reverter políticas que marcaram a gestão de seu antecessor Donald Trump. Entre elas, estão o retorno dos Estados Unidos ao Acordo de Paris sobre o clima, a anulação da decisão de deixar a OMS (Organização Mundial da Saúde) e a construção do muro na fronteira com o México. Outra prioridade do novo presidente é o combate à pandemia no país. Mais de 400 mil pessoas já morreram em decorrência da covid-19 no país.

A cerimônia teve proteção de 25 mil homens e mulheres da Guarda Nacional e um verdadeiro aparato de guerra, com caminhões militares, blindados, barreiras e grades bloqueando todos os acessos ao National Mall – onde estão o Congresso e a Casa Branca. Tudo isso, para evitar possíveis ações de grupos pró-Trump, depois que apoiadores do ex-presidente invadiram o Capitólio contestando o resultado da eleição durante a certificação da vitória de Biden. 

Joe Biden é o 46º presidente dos EUA, e pela primeira vez na história o antecessor não compareceu a cerimônia. A nova configuração da Casa Branca, com a gestão democrata. Também é a primeira vez que uma mulher assume a cadeira da vice-presidência. Kamala Harris.

“Aprendemos de novo que a democracia é preciosa. A democracia é frágil. E nesta hora, meus amigos: a democracia prevaleceu! Este é o dia da América … Hoje celebramos o triunfo não de um candidato, mas de uma causa – a causa da democracia”, disse em seu discurso.

A repercussão da posse de um Democrata na primeira economia do mundo é um alento para dias melhores entre EUA e outros países, uma vez que a política externa de Donald Trump sempre foi pautada em guerras econômicas e políticas.

#conexaoin99

#conectadocomanoticia 

POR: Rita Moraes
Publicado em 21/01/2021