ConexãoIn

Escândalo no Governo: atual Ministro da Saúde liberou dinheiro para o filho na CAIXA

Segundo investigações internas na Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, quando era gestor da instituição liberou verba para seu filho, a título de empréstimo. na compra de uma lotérica vendida em negócio familiar. O dinheiro teria sido transferido para a conta de uma prefeitura e em seguida depositado na conta em nome de uma das lotérias negociadas. O valor foi de R$ 200 duzentos mil reais. 

Gistavo Ochi, filho do Ministro e o enteado dele, Diogo Andrade dos Santos, exploravam três casas lotéricas, em 2011, época em que Gilberto era Gestor da Caixa para o Nordeste. O Ministro Gilberto Occhi chegou a ser Vice-presidente e Presidente da Caixa até abril deste ano.

As três lotéricas estão localizadas nas cidades de Atalaia, Coqueiro Seco e Satuba, em Maceió,  foram adquiridas em 2011 e vendidas para parentes em 2013. As contas das lotéricas receberam o valor de R$ 513 mil pelas negociações. 

A apuração foi feita por advogados do escritório Pinheiro Neto Advogados contratado pelo Conselho de Administração. O relatório sobre o Ministro da Saúde do Governo Temer foi concluído em fevereiro deste ano e enviado ao Conselho.

O banco abriu licitação para lotéricas em 2011, disponibilizando 35 unidades em Alagoas, mas a CAIXA não barrou a participação de familiares do Ministro, mesmo com o Decreto 7.203, que barra a participação de familiares e nepotismo.

A família de Gilberto Occhi ofereceu 10 lances, mas abocanhou duas lotéricas, na licitação realizada em 14 de julho de 2011.

 

POR: Rita Moraes
Publicado em 22/05/2018