ConexãoIn


Ele quer permanecer jovem e para isso gasta U$ 2 milhões por ano

A vida e carreira de Bryan Johnson nunca foi muito tradicional. O homem de 45 aos é um empresário de sucesso do ramo da tecnologia e agora promete revolucionar o que é envelhecer. Gastando mais de US$ 2 milhões por ano, Johnson “carrega” consigo uma equipe de 30 médicos — diariamente — para tentar reverter o envelhecimento dos órgãos do próprio corpo.

Segundo o empresário, o segredo para conseguir rejuvenescer, é fazer isso com cada órgão. “O objetivo é ter o cérebro, coração, pulmões, fígado, rins, bexiga, pênis e o reto de uma pessoa de 18 anos”, resume Johnson para o jornal norte-americano Bloomberg em uma entrevista publicada em janeiro deste ano.

Médico Oliver Zolman acompanha Bryan

Liderado pelo Doutor em medicina regenerativa, Oliver Zolman, 29 anos, a equipe de médicos que acompanha Johnson não dá muitos detalhes sobre como — na prática — o milionário tenta “ficar mais jovem”. Mas deixaram escapar que Johnson passa por uma bateria de exames sanguíneos diariamente.

Segundo o relato do próprio empresário, Johnson acorda todo dia às 5 horas da manhã, tomando diversos medicamentos e suplementos alimentares. Pimenta preta, raiz de gengibre e até mesmo uma dose de lítio fazem parte da alimentação matutina. Segundo ele, “tudo é metodicamente pesquisado, cuidadosamente planejado e medido”.

A dieta é regrada, ele come diariamente 1.977 calorias (com alimentos veganos), dividida em três refeições e toma mais de 100 comprimidos de suplementos. Ele tem uma rotina de uma hora de exercícios todos os dias — sendo três dias com um treino de alta intensidade. O empresário ainda dorme todo dia na mesma hora — após uma sessão usando um óculos com luz azul por duas horas.

Ainda sobre a dieta, Johnson altera o que come de acordo com os resultados apontados pelos exames sanguíneos.

Funciona?

Os resultados das medidas de Johnson são extremamente relativos. Primeiro porque tais resultados são apresentados pela perspectiva do próprio empresário e também porque o tempo para “reverter o tempo” é fundamental — e não fica é claro a média de fase que o empresário aplica nas medidas.

Segundo o Dr. Zolman, os resultados ainda não são excepcionais: “Nós ainda não atingimos resultados surpreendentes. Nós alcançamos resultados razoáveis. E isso era o esperado”.

Já de acordo com Johnson, os resultados têm mais ligação com uma ideia do que com uma realidade concreta. “O que eu faço pode até parecer extremo. Mas eu tento provar que a decadência não é inevitável”.

Vale lembrar também de todo o marketing envolvido na vontade de Johnson de ficar mais jovem. Ele é dono do Project Blueprint, um sistema de alimentação que promete aos usuários, um “corpo mais saudável”. Johnson também é youtuber e leva toda essa “aventura” de juventude para os vídeos.

Instagram: @bryanjohnson_

POR: Rita Moraes
Publicado em 22/02/2023