ConexãoIn

Divórcios muitas vezes acabam em brigas processuais feias e repercute na imprensa. Confira alguns famosos.

 
O mais polêmico e atual ocorre entre os atores Johny Depp e Amber Heard. O divórcio de dos dois chegou ao fim em janeiro de 2017, segundo a BBC News . Mas nessa semana, o jornal Daily Mail teve acesso a alguns detalhes do processo de divórcio, após os documentos serem arquivados em um tribunal na Virginia, nos Estados Unidos.

Documentos confirmam que Amber recebeu US$ 7 milhões de dólares de Johnny Depp , que pediu um ano para pagar todo o valor – mesmo tendo uma fortuna de US$ 400 milhões na época do acordo.

Parte da quantia que Amber Heard recebeu, foi doada para duas instituições de caridade. Além da quantia em dinheiro, a atriz recebeu no divórcio: dois carros, um Range Rover de 2015 e um Ford Mustang de 1968, alguns móveis espalhados pelas propriedades do casal em Los Angeles, um cavalo chamado Arrow e os cachorros, Pistol e Boo.

Briga de cachorros

Os cachorros foram motivo de discórdia entre os dois, tanto que a atriz pediu uma ordem de proteção contra o ex, exigindo que ele ficasse longe do cachorrinho Pistol, um yorkishire do casal, durante o divórcio. Porém, o que Amber não esperava era que o juiz fosse rejeitar o pedido, dizendo que a atriz não havia explicado o porquê de o cachorro ser protegido de Johnny.

Bilhete ameaçador 

Johnny Deep enviou para um amigo uma mensagem de texto dizendo que ficaria feliz em ver o corpo da ex-esposa, a atriz Amber Heard, sem vida e apodrecendo dentro de um porta-malas de carro.

A mensagem enviada pelo ator ao amigo de nome Isaac Baruch foi exibida diante do tribunal durante o julgamento do processo de difamação que o astro de Piratas do Caribe move contra a atriz.

Angelina Jolie e Brad Pitt

A separação de Angelina Jolie e Brad Pitt em 2016 pegou os fãs de suspresa. No entanto, a atriz agora está deixando claro que o motivo por trás da escolha de se separar e que sempre colocou os filhos em primeiro lugar.

Em uma nova entrevista, Jolie foi sincera sobre o motivo de ter escolhido se divorciar de Pitt. A vencedora do Oscar foi questionada sobre como ela sustenta “um ambiente saudável” para seus seis filhos em meio à divisão de guarda. Jolie respondeu: “Eu me separei para o bem-estar da minha família. Foi a decisão certa. Continuo focando na cura deles”.

Tumultuado divorcio Angelina Jolie e Brad Pitt

O divorcio dos astros mais bem pagos de Hollywood tomaram as manchetes pela briga sobre a custódia compartilhada dos seis filhos. Segundo Angelina, Pitt fora violento com um dos rebentos, o que motivou a separação.

A atriz Angelina Jolie obteve uma vitória na batalha legal que trava contra seu ex-marido Brad Pitt. Ela conseguiu tirar o juiz que supervisionava o divórcio e a custódia dos filhos do caso.

Mas, em maio, o juiz nomeado para decidir sobre a separação — e que também oficializou o casamento deles em 2014 — proferiu uma liminar alterando a guarda em favor de Pitt, permitindo-lhe compartilhar o cuidado dos filhos.

Pitt assumiu que teve problemas com o alcool, aliás por conta disso, a atriz afirmou que vendeu sua parte na vinícula que os dois possuíam na França. 

O fato desencadeou outro processo, dessa vez movido por Brad, que acusou a ex-mulher de ter vendido a parte dela na vinícola Château Miraval, na França, no fim do ano passado, sem o consentimento dele para um oligarca russo. Segundo documentos obtidos pelo site TMZ, eles tinham um acordo que nenhum dos dois venderiam uma parte, sem o consentimento do outro. A enorme propriedade possui um castelo de 35 quartos foi o local do casamento. 

Em julho de 2022, Angelina levou a justiça seus desejo de vender sua parte, pois, segundo afirmou não pode ouvir falar em alcool. Sua parte vale R$ 140 milhões de reais, mas Brad afirmou que ele teria que aceitar o comprador. Mas, no mês seguinto, agosto, o ator ficou sabendo que ela já tinha fechado negocio com o grupo Stoli, controlado pelo russo YuriShefer, veterano no ramo. A briga segue na justiça. 

Divorcio mais longo do mundo 

Depois de 7 anos a briga do bilionário russo Dmitry Rybolovlev e sua ex-mulher, Elena chegou ao fim. O valor não foi divulgado. Rybolovlev é dono do AS Monaco, clube da liga francesa de futebol.

O caso foi classificado como “o divórcio mais caro da história” por um advogado envolvido no caso, segundo a revista “Forbes”. Rybolovlev é a 165ª pessoa mais rica do mundo e o 14º mais abastado da Rússia, segundo a “Forbes”, com fortuna estimada em US$ 8,5 bilhões. Ele fez fortuna com uma das maiores fabricantes de potássio do mundo, vendida por US$ 6,5 bilhões em 2010.

Em maio de 2014, um tribunal suíço tinha condenado Rybolovlev a pagar US$ 4,5 bilhões a Elena. Em junho deste ano, outro tribunal da Suíça reduziu o montante para cerca de US$ 600 milhões.

Elena acusava o marido de tentar esconder bens durante o processo de divórcio. Em disputa estavam, por exemplo, uma mansão em Palm Beach (Flórida, EUA) avaliada em US$ 95 milhões, que foi comprada do magnata Donald Trump, um apartamento de US$ 88 milhões em Central Park West (Nova York, EUA), e uma ilha grega que já pertenceu à família de Athina Onassis.

Divórcios conturbados e brigas milionárias no Brasil 

No Brasil, os divórcios polêmicos ganham manchetes e nutrem as colunas de fofocas, quando se trata de artistas ou famosos.

Ex-Senador Gilberto Miranda e Carolina Andraus Lane

O mais atual é o da empresária Carolina Andraus Lane e o ex-senador Gilberto Miranda, que foram casados por cerca de doze anos e agora travam disputa na Justiça por parte de uma fortuna estimada em R$ 1 bilhão.

A informação foi publicada nesta quarta-feira, 13, pela revista “Veja”. Após o divórcio conturbado, a empresária reclama por ter saído do relacionamento de “mãos quase vazias” e exige do ex-marido ao menos R$ 246 milhões. O advogado Rui Celso Fragoso, que defende o ex-senador no processo, disse que ambos se casaram em “regime de separação total dos bens”.

A briga é pela divisão em 50% dos negócios no Porto de Santos, que Carolina alega ter feito parte desde o inicio do negócios, apresentando contas e recibos de viagens ao exterior para fechar o negócio. 

Val Machiori e Evaldo Ulinski

A separação de Val MAchiori e Evaldo Ulinski e é um caso do tipo “o divórcio que nunca foi”. Em 2011, a estrela do reality show “Mulheres Ricas”, Val Marchiori anunciou que iria se separar do empresário Evaldo Ulinski, com quem tem dois filhos. Um dos grandes escândalos foi o fato de que Val não era casada, era a amante de Evaldo! Porém, Val sempre sustentou que não era amante, que os dois viviam juntos como uma família qualquer. A briga foi feia e Evaldo não poupou insultos à loira! Em uma entrevista à revista Veja, Evaldo chamou Val de prostituta e disse “ela é um monstro”. Mas agora parece que está tudo esquecido, já que em 2013 Evaldo fez um pedido de casamento oficialíssimo a Val. O pedido foi amplamente anunciado na mídia brasileira.

Milionário Chiquinho Scarpa e Carola

Este foi um dos divórcios mais escandalosos do Brasil. O milionário e a modelo se casaram em 1998, mais ou menos um ano depois de se conhecerem. Apesar de vir de uma família influente (filha do cineasta, escritor e diretor de novela Guga Oliveira e sobrinha do conhecido Boni), sua vida amorosa sempre levantou suspeita. Nove meses depois, veio a acusação de que Carola era uma prostituta de luxo. Em troca, Carola, disse que flagrou Chiquinho com dois homens na cama. Carola faleceu em 2011 por insuficiência de múltiplos órgãos, causada pela diabetes. 

Fabio Junior e Mari Alexandre

Em 2007, o cantor Fábio Júnior se casou pela sexta vez, dessa vez com a modelo Mari Alexandre. Como sempre, o clima inicial era de romance. Em 2008 nasceu o único filho do casal e, em 2010, o casal se separou. Fábio anunciou que estava separado e foi assim que Mari ficou sabendo do seu novo estado civil!. Apesar dos rumores de traição, Mari afirmou que não foi esse o motivo do divórcio. Mas, a situação piorou quando Mari brigou feio com Fiuk, filho do cantor, e chegou a denunciá-lo por agressão. Fiuk rebateu, dizendo que não queria contar “a verdadeira versão” dos fatos. Filho e pai passaram a chamar Mari por “Marilei”, seu nome verdadeiro. O ator conseguiu uma proibição judicial que impede Mari de falar o nome “Fábio Júnior”.

Dudu Nobre e Adriana Bombom

O fim do relacionamento foi em 2009, mas as brigas judiciais se arrastaram até 2012. Adriana alegou que se separou após descobrir um caso extra-conjugal do cantor. Dudu Nobre disse que não iria comentar nada sobre o caso. Ele alegou ter comprado uma caminhonete para ela como parte do acordo do divórcio, mas ela diz que não sabe disso. Houve também briga pela guarda das filhas e, até 2012, Dudu Nobre ainda disputava com Adriana um apartamento que pertencia ao casal. Em 2011 depois Dudu conseguiu na justiça ficar com as filhas, alegando que a ex-esposa não cuidava, nem alimentava as meninas. Ele ganhou a guarda definitiva. 

A saga do ex-casal continua. Adriana acusa o ex de não pagar a escola das duas filhas. Thalita tem 18 anos e Olivia deixaram de estudar. A mãe alega que o pai deixou de pagar as mensalidades, porque as meninas não têm bom desempenho escolar. Dudu alega que a decisão de deixar de estudar foi das meninas, uma porque não se adaptou ao sistema remoto, por conta da pandemia da Covid-19 e a outra porque já concluiu o segundo grau e segue carreira de cantora e em julho de 2021 lançou o single “A Vilã”. 

POR: Rita Moraes
Publicado em 15/04/2022