ConexãoIn

Solidariedade no futebol italiano. Fiorentina pode renovar contrato com familia do ex-jogador que morreu no domingo

A história da morte do capitão da Fiorentina, ganhou um novo capítulo nesta segunda-feira, 5. O Comitê Olímpico Italiano anunciou que o time decidiu aumentar o vínculo com o jogador para que sua família possa receber salários por mais tempo. Davide Astori morreu aos 31 anos, no domingo, 04.

O clube de futebol ainda não confirmou a informação, mas uma fonte próxima à diretoria do clube disse à agência de notícias AFP que a Fiorentina poderia transferir o dinheiro equivalente ao que Astori receberia em salários para a família do jogador. 

Revelado pelo Milan, Davide Astori despontou no Cagliari e chegou a ser convocado para a Copa das Confederações de 2013, realizada no Brasil. Passou, depois, por Roma e foi contratado em definitivo pela Fiorentina, clube onde se tornou ídolo e capitão. Ele foi encontrado morto em um quarto de hotel em Údine, onde sua equipe estava concentrada para enfrentar a Udinese, pelo Campeonato Italiano. 

POR: Rita Moraes
Publicado em 06/03/2018