ConexãoIn

Rayrane Negrine é o novo rosto do Brasil lá fora

Com 17 anos e nascida em Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo, Raynara Negrine é quem leva atualmente o Brasil para as passarelas do exterior atualmente. Recentemente ela desfilou para grifes como a Chanel, Alaia, Dior, Fendi e a Jacquemus, sendo essa última em Paris, ao lado de grandes nomes da moda atual, como Bella Hadid e Kendall Jenner.

Ela foi descoberta pela agência Joy Model no concurso The Look of The Year, que revelou também Gisele Bündchen no início da carreira, a capixaba começou a sua conexão com o universo da moda ainda na infância e com a ajuda da mãe, que sustentou a família como trabalhadora doméstica. 

“Eu tinha esse sonho de trabalhar como modelo desde pequena”, conta ela. “Minha maior inspiração foi minha mãe, que sempre me incentivou a realizar meu sonho e nunca desistir. Eu também acompanhava muitas modelos brasileiras, via que elas não desistiram e conseguiram, e isso também me motivou ainda mais”.

O nome de Raynara, foi citado pela imprensa internacional pelo fato de ser “filha de uma trabalhadora doméstica” no noticiário brasileiro. Quando questionada se sente-se estigmatizada por isso, ela responde: “Minha mãe nunca me deixou faltar nada, tenho muito orgulho do trabalho dela e de todos os aprendizados que isso me proporcionou”, diz.

As conquistas de Raynara são descritas por ela como um “sonho”, o qual já alcançou, mas continua a viver. Ela cita a origem humilde da família, o que levou ela e a mãe a passarem dificuldades, mas prefere deixar essa fase no passado para comemorar a nova etapa da vida. “Graças a Deus tenho conquistado bastante coisa. Especialmente pela minha idade, é uma vitória”, comenta. “Eu faço os trabalhos, mas minha ficha ainda não caiu, embora tenha me empenhado há bastante tempo”. 

Tudo começou quando Raynara se mudou para São Paulo, a primeira etapa da sua carreira. “Comecei a trabalhar ainda nova, então você tem que se informar, saber onde está e focar em fazer coisas boas e com pessoas que sejam profissionais”, opina. “O que me ajuda mesmo é ver os resultados acontecendo. Amo o que faço, amo trabalhar e estar ativa”. A brasileira diz estar vivendo coisas que nunca imaginou antes: “É uma rotina corrida, cheia de surpresas, mas é uma sensação muito boa porque no final você vê o quanto é forte”.

Disputada por grandes nomes, a modelo capixaba destaca a importância da francesa Chanel para o posto alcançado hoje como a “new face” — sendo única brasileira na lista da “Top Newcomers”, publicação que aponta as estreantes que irão dominar campanhas e passarelas de todo o mundo. “Sou muito grata à Chanel, que foi onde comecei no mercado internacional”, relembra. “Eles estão no meu coração e os agradeço muito”.

Agradecimentos

“Sou muito grata à Chanel, que foi onde comecei no mercado internacional”, relembra. “Eles estão no meu coração e os agradeço muito”. Sobre ter desfilado ao lado de Bella Hadid e Kendall Jenner, por exemplo, Raynara diz que a grande surpresa “é poder enxergar que pode realizar o que sempre sonhou, sendo uma noção cada vez mais presente” na sua empreitada. “A gente está passando por uma pandemia, por isso não pensei que viria pra fora do país tão cedo, mas consegui, com muita luta”, acrescenta. “Fiz Jacquemus com modelos muito importantes, lutei muito para fazer estes trabalhos, consegui vencer todos os obstáculos e desfilar para marcas tão importantes”. 

Outros nomes internacionais e vindas da Bahia

As jovens modelos baianas Anita Pozzo, Aghata Borges e Lorraine Cruz também se destacam nas passarelas internacionais. Saiba mais sobre elas:

Anita Pozzo

Anita Pozzo iniciou seu desenvolvimento como modelo no setor de formação Model Club Collegeem 2017. Após tirar o Drt como modelo foi apresentada ao mercado local e participou de todos os principais desfiles das semanas de moda de Salvador. Em São Paulo foi contratada para grandes trabalhos em moda e publicidade, editoriais para revistas Vogue, Marie Claire, entre outras. Anita está no ranking das 5 modelos mais contratadas do Brasil e está no ranking mundial. Atualmente segue em turnê internacional contratada pelas principais agencias mundiais. Mora em Milão, Itália. Instagrma@anitapozzo

Lorraine Cruz

Modelo Baiana descoberta por Mônica Mota no Colégio Sacramentina em Salvador,  em 2012, tendo sido indicada para o  setor de desenvolvimento do Model Club College. Foi grande destaque nos anos seguintes, tendo uma carreira meteórica no cenário nacional. Em seu portfólio, grandes desfiles a exemplo do São Paulo Fashion Week, Casa dos Criadores, entre outros . Internacionalmente ganhou grande destaque no Milan Fashion Week, Editorial da Vogue com a super Model Naomi Campbell.Atualmente reside em Paris, França. Instagram @lorrainecruzes

Agatha Borges

Modelo Baiana descoberta pela Model Club Agencyem 2012 sendo acompanhada por Mônica Mota no processo de construção da sua imagem e participou da formação profissional através do Model Club College. Se destacou como modelo comercial atuante na Europa e Asia, atualmente mora em Milão, Itália. Instagram @aghatborgessz

#conexaoin

#conectadocomanoticia

 

POR: Rita Moraes
Publicado em 19/07/2021