ConexãoIn

Programa Bahia Sem Fome recebe três mil cestas básicas de associações atacadistas

Nesta quarta-feira, 26,  o programa Bahia Sem Bahia, do Governo do Estado, recebeu mais uma importante contribuição. A Associação dos Agentes de Distribuição da Bahia (Asdab) e o Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidor do Estado da Bahia (SindAtacado) entregaram três mil cestas básicas para serem distribuídas às entidades cadastradas na campanha de combate à fome e insegurança alimentar e nutricional promovida pelo Estado.

Os produtos estão armazenados no galpão da Empresa Gráfica da Bahia (Egba), em Simões Filho. A primeira-dama do Estado e presidente das Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), Tatiana Velloso, esteve presente no ato da entrega e destacou que o programa envolve a pactuação social, com envolvimento de toda a sociedade civil. “As Voluntárias Sociais da Bahia têm um conjunto de programas importantes. Temos ações nesse momento do ‘quem tem fome tem pressa’, que é a doação de alimentos, mas também de inclusão socioprodutiva, de acesso a serviços e, principalmente, de participação social, para que a gente possa distribuir cestas básicas para baianos em situação de fome”.

A Asdab tem o hábito de participar de campanhas humanitárias. Um exemplo é a entrega de donativos para cidades baianas atingidas pelas fortes chuvas no fim de 2021, em parceria com associações dos demais estados nordestinos. O diretor da Associação, Emerson Carvalho, ressalta que a continuidade de ações como essa é que vai apresentar resultado efetivo. “Por sermos distribuidores atacadistas de gênero alimentício, conseguimos, de certa forma, dar um apoio efetivo nesse tipo de projeto, estendendo por todo o estado. Então, é um início de um movimento muito interessante e necessário do Governo, e vamos de mãos dadas, no que for preciso, para que seja exitoso”.

Bahia Sem Fome 

De acordo com a coordenação do programa, já foram arrecadadas cerca de 400 toneladas de alimentos. “Conseguimos atender, aproximadamente, 150 instituições sociais cadastradas no site e já tivemos o escoamento de cerca de 250 toneladas de alimentos, organizadas em cestas básicas, e também produtos para instituições que trabalham com a produção de alimentos, atendendo a este público em extrema vulnerabilidade”, explicou o coordenador do Bahia sem Fome, Tiago Pereira.

 

As doações para o programa podem ser feitas nos batalhões da Polícia Militar, na Coordenadoria Regional de Polícia Civil do Interior, quartéis do Corpo de Bombeiros, nas escolas estaduais, nos Núcleos Territoriais de Educação, nos Serviços Territoriais de Apoio à Agricultura Familiar e nas unidades do SAC. Mais informações sobre o programa podem ser acessadas através do site: www.bahiasemfome.ba.gov.br.

Fotos: Fernando Vivas/GOVBA 

 

POR: Rita Moraes
Publicado em 26/04/2023