ConexãoIn

Papa Francisco visita Irlanda em agosto

O papa Francisco desembarca em Dublin, capital da Irlanda, em agosto deste ano,  para o Encontro Mundial das Famílias, que acontece entre os dias 21 e 26. O papa “fará tudo o que puder” para participar no Encontro Mundial das Famílias, declarou o cardeal Kevin Farrell, um responsável da Cúria (governo do Vaticano) que está a preparar o evento na capital irlandesa e que hoje revelou à comunicação social as datas do encontro. O cardeal fez questão de precisar que o encontro em Dublin vai incidir sobre o significado do casamento entre um homem e uma mulher, como é defendido pela Igreja.

O primeiro-ministro irlandês, Enda Kenny, já tinha anunciado que o papa argentino iria à Irlanda em 2018, mas na época, o Vaticano não comentou as declarações do político irlandês.  Dia 21, o próprio para Francisco no final da audiência pública semanal, na Praça de São Pedro, confirmou: “Por ocasião do próximo Encontro Mundial das Famílias, tenho a intenção de deslocar-me a Dublin, de 25 a 26 de agosto deste ano”. Ele agradeceu às autoridades civis, aos bispos e aos que estão envolvidos na preparação desta visita.

Esta será a 24ª viagem internacional do atual pontificado e a primeira visita de um Papa à República da Irlanda desde 1979.

Apesar de ser um dos países mais católicos da Europa, a Igreja Católica tem vindo a perder o seu poder de influência junto da sociedade irlandesa, em parte por causa das suas posições ultraconservadoras e de uma má gestão dos escândalos de pedofilia envolvendo padres irlandeses.

As últimas edições do Encontro Mundial das Famílias aconteceram em Milão (Itália, 2012) e em Filadélfia (Estados Unidos, 2015).

Estão confirmadas paras três viagens oficiais do papa Francisco em 2018. Uma dessas visitas será a Fátima, por ocasião do centenário das “aparições” de 13 de maio de 1917. Francisco estará em território português nos próximos dias 12 e 13 de maio. Também é esperado no Egito, em abril, e na Colômbia, em setembro, a confirmar pelo Vaticano.

Outras cidades na Irlanda

Além de Dublin, o  papa viajará para outras cidades da Irlanda, inclusive na Irlanda do Norte, mas o itinerário ainda não foi confirmado. O roteiro esperado é o mesmo ou parecido com o feito pelo papa João Paulo II, que visitou, além de Dublin, cidades como Drogheda, Clonmacnoise, Galway, Knock, Limerick e Maynooth. Ao todo, 2.5 milhões de pessoas acompanharam a visita naquela época, número também esperado para a visita do novo papa.

Custo da visita gira em torno de 20 milhões de euros

Segundo divulgou o jornal Irish Mirror,  a visita do papa Francisco à Irlanda vai custar cerca de 20 milhões de euros. A informação foi dada pelo arcebispo de Dublin, Diarmuid Martin. O motivo dos gastos se deve a manter muitas pessoas reunidas com segurança e tecnologia em diversos eventos que serão realizados durante a visita.

A Irlanda é um país formado majoritariamente por cristãos. O Censo do país constatou que 84,2% dos irlandeses são católicos romanos e 5,9% da população afirma não ter religião. Outra porcentagem pequena, de 2,8%, diz ser fiel à Igreja da Irlanda, uma divisão anglicana do Catolicismo.  Pelas ruas de Dublin é fácil perceber que realmente o país respira a religião católica. São dezenas de igrejas e referências a santos e a Jesus Cristo espalhadas pela cidade.

Missa campal no Phoenix Park

A visita do papa terá uma cerimonial especial que deve reunir até 500 mil pessoas. A tradicional missa campal realizada nas visitas do pontífice a diversos países do mundo deve acontecer no Phoenix Park. O mesmo local recebeu um milhão de pessoas na vinda de João Paulo II, em 1979. A programação ainda é um mistério, mas está sendo definida e divulgada aos poucos pela Diocese de Dublin.

POR: Rita Moraes
Publicado em 21/03/2018