ConexãoIn


Nadjane quer arrastar uma multidão no Furdunço

 

A cantora e compositora baiana Nadjane estreia no Furdunço no próximo dia 12 de fevereiro, à frente do arrastão Conexão Tambor. A artista fará uma retrospectiva dos seus 26 anos de carreira, trazendo no repertório os grandes clássicos da música baiana. Com 26 anos de vida artística  e experiencias na Banda Didá e Olodum, Nadjane confessa que está muito animada de participar do Furdunço. “O Furdunço é uma vitrine maravilhosa para os artistas, onde a gente pode reviver os antigos carnavais. Faremos o arrastão Conexão Tambor, reafirmando a conectividade do nosso povo com a percussão e queremos  arrastar multidões”.

A artista – Nadjane foi selecionada ainda adolescente para se tornar uma das cantoras da banda Didá e em 1997 ela estreou no carnaval de Salvador. Aos 16 anos já fazia shows pelo Brasil, Argentina, Uruguai e USA, dividindo palco com artistas como Sandra de Sá, Emílio Santiago e Daniela Mercury. Em 1998, aos 17 anos, foi convidada para cantar na Banda Egrégora´s. Também formada por mulheres, seu talento a tornou voz principal, participando de shows pelo Brasil e Europa, onde se apresentou em países como França, Suíça e Alemanha.

No ano 2000, decidiu juntar sua experiência, sonho e determinação para realizar seu primeiro trabalho pessoal, a banda Tribazumm. A cantora preservou suas raízes musicais, trazendo todo peso percussivo e com isso, ganhou ainda mais destaque e visibilidade como artista. Após 8 anos de muito trabalho, dedicação e empenho, fazendo shows por todo Brasil, o Olodum convidou a Tribazumm para fazer as aberturas das terças da Benção. Esse convite rendeu a Nadjane uma proposta para assumir os vocais feminino da banda.

Como cantora do Olodum, participou de turnês, inúmeros eventos e festivais de música no Brasil e em países como Itália, Argentina, Chile, Uruguai, México, África do Sul, Senegal, Alemanha, Guiana Francesa e EUA. Um dos diferenciais da artista é cantar canções em inglês. Também participou de programas de TV e rádio no Brasil e em outros países. Em 14 de janeiro de 2015, Nadjane estreou seu primeiro show em carreira solo, Multiplicidade. A cantora também gravou seu primeiro DVD e teve como produtor musical Elpídio Bastos. Paralelo à sua carreira solo, Nadjane Souza participou de diversos projetos musicais, dentro e fora do Brasil.

POR: Rita Moraes
Publicado em 06/02/2023