ConexãoIn


Musa fitness é indiciada por tentativa de homicídio e estelionato

A Polícia Civil indiciou Andrea Luciana Zaude, de 35 anos, também conhecida como musa fitness do crime, por tentativa de homicídio e estelionato.

Segundo a polícia, Andrea tem mais de 25 boletins de ocorrência registrados. Todos de vítimas que foram enganadas. Uma delas teve um prejuízo de quase R$ 50 mil. Existem também 11 inquéritos e 4 indiciamentos contra a golpista. mas ela nunca havia sido presa.

Ela aplica golpes há mais de 10 anos, sempre em lojas caras, locadoras de veículos, restaurantes, consultórios médicos e até planos de saúde. Ela também usa nomes falsos e cartões de crédito clonados.

Em maio de 2022, Andrea foi detida com um celular roubado, mas liberada em seguida. Ela também teve um carro de luxo apreendido.

Pix falso

Andrea, havia feito uma compra no site de uma joalheria que fica dentro do shopping e marcou de pegar a mercadoria no estacionamento. Ela fez um pagamento via PIX, mas apresentou um comprovante falso. A dona da loja chamou a segurança e a golpista, que foi desmascarada, tentou fugir, passando por cima de tudo.

Andreia Zaude aplica golpes desde 2011. Segundo a polícia, sempre atuando em estabelecimentos de luxo como joalherias, lojas de roupas e acessórios importados, restaurantes e locadora de veículos. Inclusive, o carro que ela usou na fuga, é alugado. Tudo era feito com nomes falsos e cartões clonados.

Na delegacia, a dona da joalheria vítima do golpe disse que desde setembro, Andrea já fez 11 compras de joias, com pagamentos falsos, o que rendeu até agora um prejuízo de quase R$ 40 mil.

Fama e vida de luxo 

Viciada em academias e mostrando a rotina nas redes sociais, a personal ganhou o apelido de “musa fitness do crime”.  Ela acumula ao menos 25 denúncias, 11 inquéritos e quatro processos referentes a uma série de fraudes como estelionato e falsificação de documentos.

Ela costuma praticar equitação, esporte de elite e se exibe nas redes sociais, demonstrando vida de rica.

Desistiu de processo contra a Tv Record

Apos seu caso ser exposto na mídia, Andrea entrou com uma ação indenizatória de R $ 100.000,00 contra a emissora do Pastor Edir Macêdo, mas desistiu da ação, poucos dias antes de ser presa, pela primeira vez em fragrante, em maio de 2022.

 

 

 

 

POR: Rita Moraes
Publicado em 07/01/2023