ConexãoIn


Motumbá lança clipe gamer em show especial nesta sexta, 7, no Pelourinho

A nova música de trabalho da banda Motumbá, Gira Mundo – lançada em todas as plataformas digitais em dezembro de 2021 – ganhou um clipe especial em formato gamer que será lançado oficialmente no dia 7 de janeiro. Um show da banda, liderada pelo cantor e compositor Alexandre Guedes, na mesma data, na Praça Pedro Archanjo, no Pelourinho, às 19h, vai marcar o lançamento do projeto audiovisual.

Inspirado na estética gamer, o clipe da música Gira Mundo tem produção de Rebunny Studio, com roteiro de Nilton Pedrett. A animação retrata Alexandre Guedes como um guerreiro e tem o mudra – marca da Motumbá – como um portal. 

“No clipe buscamos fazer uma nova leitura da Motumbá, que é animação em desenhos, já que temos uma afinidade muito grande com as crianças. Então apostamos no formato gamer, representando a cultura africana e brasileira, trazendo a mensagem de união e alegria que a música Gira Mundo pretende passar”, disse Alexandre.

O show de lançamento do clipe contará com a exibição exclusiva do conteúdo audiovisual, abertura do cantor itabunense Tom Dantas, além da apresentação do movimento Afrobapho.

 

Serviço:

O que: Show da banda Motumbá e Convidados 

Onde: Praça Pedro Archanjo, Pelourinho 

Horário: 19h

Valor: 1kg de alimento não perecível ou lata de leite 

Realização: Semba Produções Artística 

Apoio: Governo do Estado da Bahia 

Ficha técnica do Clipe “Gira Mundo” 

Alan Porfirio – Artista 3D

Beatriz Ramos – Analista de Projetos

Davi Rocha – Editor de vídeo

Flavia Figueredo – Analista de Projetos

João Paulo Cavalcanti – Artista 3D

Lilian Miranda – Game Designer

Paulo Marcelo Pereira – Artista 3D

Nilton Pedrett – Roteirista

Motumbá 

Alexandre Guedes – Idealizador 

Tauã Guedes – Consultor de design e animação

Allan Nunes – Consultor de design e animação

Jeane Cordeiro – Produção Executiva

 

Sobre Motumbá 

A banda liderada pelo cantor e compositor e instrumentista Alexandre Guedes, 52, (passagem pela Timbalada e Baianada) nasceu em 2004 e logo caiu no gosto do público com a hit Bororó. Com inspiração na percussão de matriz africana e nos sambas de raiz e no merengue, ritmos que acompanham Alexandre desde a infância no bairro do Candeal, foi concebida a identidade sonora da Motumbá: afro-pop-caribenha. 

À frente do grupo, Guedes alia a experiência de uma trajetória artística de mais de 25 anos à energia de quem vivencia a arte em constante renovação.

“A Motumbá nasceu com a proposta de criar uma linguagem musical que incorporasse elementos de nossa cultura. Ao mesmo tempo, queremos transmitir uma mensagem de paz e boas vibrações”, explica o músico. 

A escolha de cada instrumento musical utilizado pela Motumbá é afinada com a proposta da banda: Atabaques, djembês e klongs representam a cultura afro-brasileira. As tamburicas, malacachetas e caixas, tradicionais das escolas de samba, trazem para o universo musical do grupo o ritmo sonoro brasileiro por excelência.

“Antes da Motumbá, os afoxés eram os únicos que usavam atabaques nos shows. Trouxemos esses instrumentos para o palco com uma afinação diferenciada, em que três músicos tocam de uma só vez. O resultado é um som menos estridente e metálico, mas com grande força percussiva”, explica Alexandre Guedes.

Prêmio

O Troféu Dodô & Osmar, elege anualmente os melhores do Carnaval baiano, e, em 2007, em sua primeira folia momesca em Salvador, a Motumbá concorreu nas categorias Melhor Música do Carnaval – com o sucesso Bororó, além de Banda e Cantor Revelação. Garantiu o prêmio nas duas últimas.

Sobre Tom Dantas  

Natural de Itabuna, Bahia, Tom Dantas morou na França por 15 anos, onde se apresentou em casas de shows da capital e bares de Paris. O cantor já residiu em outros países europeus e asiáticos, como Dinamarca, Suíça e Emirados Árabes quando ainda atuava como jogador de futebol.

Desde pequeno esteve envolvido com música: seu pai tinha uma escola de samba em Itabuna. Mas, foi nos gramados que a história de Tom começou a ser escrita. Com 22 anos se mudou para Paris com a proposta de jogar futebol profissionalmente, mas, por conta de uma lesão grave, precisou abandonar as chuteiras e recomeçou nos palcos.

Em Paris, o cantor já abriu show para grandes nomes da música brasileira e foi convidado por Pablo “do Arrocha” para se apresentarem juntos, naquela que foi a primeira grande oportunidade do início da carreira.

Seu primeiro EP “Xá lá lá – Cujo qual as músicas ultrapassam a marca de 1 milhão de visualizações no canal oficial do artista no YouTube – foi lançado em 2018 e, atualmente o cantor se dedica a divulgação e do seu novo álbum DVD TOM DANTAS AO VIVO IN PARIS 

Sobre Afrobapho

O Afrobapho é um coletivo baiano formado por jovens negros LGBTIA+ das periferias de Salvador, que utilizam as artes integradas como ferramenta de mobilização e sensibilização social. Surgiu em novembro de 2015, como uma plataforma de ação coletiva que produz narrativas criativas para falar sobre questões sociais e direitos humanos. Através da dança, música, produções audiovisuais e performances artísticas, aborda numa perspectiva antirracista, questões de estética, dissidências de sexualidade e gênero, que confrontam o padrão heteronormativo da sociedade. O Afrobapho é uma narrativa potente que se manifesta através de corpos dissidentes, que por muitas vezes foram excluídos, violentados e silenciados.

#conexaoin

#conectadocomanoticia 

POR: Rita Moraes
Publicado em 03/01/2022