ConexãoIn

Ministério da Saúde investe mais de R$ 40 milhões no fortalecimento da prática de atividades físicas no SUS

 

 

Ministério da Saúde investiu mais de R$ 40 milhões no fortalecimento da prática de atividades físicas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), neste ano. O valor representa 70% a mais com relação a 2022, quando foram repassados R$ 24 milhões para esta finalidade. Com incentivo, mais de 3 milhões de pessoas foram beneficiadas, de janeiro a junho deste ano, aumento de 41% com relação ao mesmo período do ano passado, quando 2,2 milhões de pessoas utilizaram os serviços de profissionais da área.

Os valores investidos foram direcionados aos polos credenciados do Programa Academia da Saúde (PAS) e Incentivo de Atividade Física (IAF). O PAS é uma estratégia de promoção da saúde e produção do cuidado que funciona com a implantação de espaços públicos conhecidos como polos onde são ofertadas práticas de atividades físicas para população. Esses polos fazem parte da rede de Atenção Primária à Saúde e são dotados de infraestrutura, equipamentos e profissionais qualificados. Já o IAF, é responsável por contratar profissionais de educação física, adquirir materiais e qualificar os ambientes relacionados à prática de atividades corporais.

Atualmente, o PAS conta com 3.383 polos distribuídos em todas as regiões do País, sendo 311 no Norte, 1.471 no Nordeste, 764 no Sudeste, 534 no Sul e 303 no Centro-Oeste. Apenas neste ano, já foram realizadas 225.956 atividades coletivas. No mesmo período do ano passado foram praticadas 178.624 atividades, ou seja, aumento de 26% nas ofertas para a população. O Programa conta com 2.235 profissionais de educação física em todo o País, que fazem parte do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) na atenção primária. Esses profissionais também trabalham em outros pontos além das Academias, como postos e centros de saúde, unidades básicas de saúde da família, unidades móveis fluviais e centros de apoio à saúde da família.

Além disso, em maio deste ano, as equipes multiprofissionais (eMulti) começaram a ser implementadas, com investimento de mais de R$ 870 milhões. Elas preveem a inserção de profissionais de educação física em equipes nas unidades básicas de saúde. Dentre os trabalhadores habilitados, as eMulti contam com mais de 2.500 profissionais de educação física atuando de forma multiprofissional e interdisciplinar nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Formação

Outra novidade deste ano é o curso autoinstrucional de Promoção da Atividade Física na APS, lançado recentemente na plataforma da UnaSUS, que tem como objetivo sensibilizar os gestores na ampliação da prática de atividade física para a produção do cuidado à saúde das pessoas. As inscrições estão abertas.

A pasta também tem disponível o Guia de Atividade Física para a População Brasileira, que pode ser utilizado tanto por profissionais de saúde para orientações em consultas quanto pelos usuários. As recomendações são divididas em ciclos de vida, em oito capítulos que abordam a prática física em diversos contextos e orienta sobre quantidade, intensidade e exemplos de atividades.

POR: Rita Moraes
Publicado em 13/09/2023