ConexãoIn

Anuário de Vinhos Brasil divulga os 20 melhores rótulos nacionais

A edição 2018, do Anuário de Vinhos do Brasil, publicado pela Editora Baco em parceria com Ibravin Instituto Brasileiro do Vinho divulgou a lista com os 20 melhores rótulos de vinhos nacionais.  Foram  testados e selecionados por 12 especialistas 827 rótulos de 125 vinícolas de sete estados brasileiros,  na Grande Prova de Vinhos do Brasil realizada em novembro de 2017, no Rio de Janeiro.

O júri foi coordenado por Marcelo Copello, um dos maiores especialistas do País  e contou com grandes nomes da área nacionais e internacionais, como Eugenio Lira, presidente da Associação de Enólogos do Chile. “Foi uma honra participar das degustações. O Brasil está no bom caminho em termos de produção de vinhos excelentes. Toda vez que venho ao Brasil para saborear seus vinhos, posso ver um claro avanço, o bom trabalho que os produtores, vinicultores e vinícolas estão fazendo”, aponta Lira. Também participaram como jurados: José Luiz Pagliari (professor do Senac-SP e diretor da SBAV-SP);  Luiz Cola (enófilo e editor do blog Vinho e Mais Vinhos); Ricardo Farias (diretor da ABS-Rio); Celio Alzer (professor da ABS-Rio); Maria Helena Tahuata (vice-presidente da ABS-Rio); Homero Sodré (consultor de vinhos); Jocelyn Sodré (professora de vinhos da Universidade Estácio de Sá); Roberto Rodrigues (diretor da ABS- Rio); Ramon Justino (sommelier); Wallace Neves (sommelier); João Pedro Lamonica (sommelier); Giancarlo Pochettino (gerente de A&B da rede Windsor); Marcelo dos Santos (sommelier do Mr. Lam); Rodrigo Moura (sommelier e diretor da ABS-Rio); Joseph Morgan (diretor da ABS-Rio); Paulo Decat (diretor da ABS-Rio); Raphael Zanon (sommelier do Satyricon);
Eduardo Ferreira (sommelier da rede Fasano); e Gabriela Poletto (enóloga e diretora do Ibravin).

Foram eleitos melhores em 31 categorias que incluíam diferentes estilos de espumantes, brancos, rosés e tintos. Três vinícolas se destacaram como as melhores em mais de uma categoria: Cave Geisse (três categorias), Casa Perini e Lidio Carraro (ambas em duas categorias).

A Grande Prova Vinhos do Brasil promoverá no Rio de Janeiro o Excelência Brasil, um evento aberto ao público com os produtos premiados. O encontro será de 8 a 10 de dezembro, no Mercado de Produtores, no Uptown Barra. O público poderá provar e adquirir os rótulos premiados.

O resultado consolidado de todas as categorias será publicado no Anuário Vinhos do Brasil 2018, junto com o panorama do setor, tradicionalmente divulgado no início do ano. A nova edição apresentada em versão digital facilitará a consulta pelos consumidores, que poderão acessar as informações através do celular, tablet e computador.

Confira a seguir os vencedores em cada categoria:

ESPUMANTES
– Melhor Espumante Brut Branco Champenoise: Cave Geisse Brut
– Melhor Espumante Brut Branco Charmat: Casa Galiotto Brut
– Melhor Espumante Brut Rosé Champenoise: Casa Valduga Arte Brut Rose
– Melhor Espumante Brut Rosé Charmat (EMPATE): Dunamis Ar Brut Rosé e Cave Del Veneto Brut Rosé (Adega Chesini)
– Melhor Espumante Extra-Brut, Nature Branco: Victoria Geisse Extra Brut 2017
– Melhor Espumante Extra-Brut, Nature Rosé: Victoria Geisse Extra Brut Rosé 2016
– Melhor Espumante Prosecco/Glera: X Decima Prosecco
– Melhor Espumante Moscatel Branco: Giaretta Moscatel
– Melhor Espumante Demi-Sec Branco: Casa Perini ICE Demi-Sec
– Melhor Espumante e Moscatel e Demi-Sec Rosé: Monte Paschoal Moscatel

BRANCOS
– Melhor Branco Chardonnay: Pizzato Legno Chardonnay 2016
– Melhor Branco Sauvignon Blanc: Dom Pedrito Obelisco Sauvignon Blanc 2016
– Melhor Branco Gewurztraminer: RAR Collezione Gewurztraminer 2011
– Melhor Branco Riesling: Aurora Varietal Riesling Itálico 2017

– Melhor Branco Moscato: Monte Paschoal Moscato Frisante, Basso
– Melhor Branco de Outras Castas e Cortes: Miolo Quinta do Seival Alvarinho 2016

ROSÉ
– Melhor Rosé: Cattacini La Sagrada Familia 2017

TINTOS
– Melhor Tinto Cabernet Sauvignon (EMPATE): Angustifólia Cabernet Sauvignon 2012 e Panizzon Celebrando Gerações Cabernet Sauvignon 2015
– Melhor Tinto Merlot (EMPATE): Monte Paschoal Dedicato Merlot 2013 e Barão de Petrópolis Reserva Merlot 2012
– Melhor Tinto Tannat: Almejo Tannat 2012
– Melhor Tinto Sangiovese: Cave Antiga Sangiovese 2012
– Melhor Tinto Syrah: Vista da Serra Syrah 2015
– Melhor Tinto Pinot Noir: Monte Paschoal Dedicato Pinot Noir 2014
– Melhor Tinto Tempranillo: Lendas do Pampa Tempranillo 2015
– Melhor Tinto Cabernet Franc: Barão de Petrópolis Reserva Cabernet Franc 2012
– Melhor Tinto Marselan: Casa Perini Marselan 2014
– Melhor Tinto de Outras Castas: Lidio Carraro Singular Teroldego 2010
– Melhor Tinto Cortes: Lidio Carraro Quorum Grande Vindima 2008

DOCES E FORTIFICADOS
– Melhor em Doces e Fortificados: Boscato Licoroso

SUCO DE UVA
– Melhor Suco de Uva Integral Branco: Suco de Uva Integral Zanrosso
– Melhor Suco de Uva Integral Tinto: Suco de Uva Integral Galiotto

Nessa edição houve número recorde de vinhos inscritos, o dobro do ano passado, e segundo um dos testadores, Marcelo Copello, com 20 anos de vivência no ramo a qualidade dos vinhos concorrentes foi expecional. “Tivemos 427 vinhos com média de 84 pontos ou mais, o que significa que praticamente todas as vinícolas que passaram pela nossa avaliação apresentaram algum vinho de bom nível — elogiou Copello.

 

POR: Rita Moraes
Publicado em 25/02/2018