ConexãoIn

Makerspace ACBEU Bahia será reinaugurado em Salvador

A capital baiana volta a contar com um espaço cultural e bilíngue, destinado ao desenvolvimento das chamadas “habilidades do século XXI”. A nova sede do Makerspace ACBEU Bahia será reinaugurada no dia 10 de fevereiro, na ACBEU Magalhães Neto. O ambiente foi projetado para a realização de atividades que oportunizam um aprendizado inclusivo e sensorial. A ideia é fazer com que os participantes sejam estimulados a criar, empreender e trabalhar em equipe.

O Makerspace é baseado em conceitos como “mão na massa” e “faça você mesmo”. A ideia, intitulada de Cultura Maker, é uma das últimas tendências da educação e defende a autonomia dos indivíduos na produção de objetos, ferramentas, brinquedos, produtos digitais e muito mais. Os utensílios utilizados no processo de criação vão dos mais simples, como material reciclável, ao uso de ferramentas tecnológicas como impressoras 3D, e máquinas de corte e gravação a laser.

Para Ticiano Cortizo, superintendente da ACBEU, as possibilidades não param por aí. “Desde objetos comuns, até projetos inovadores, com a ajuda de um local bem equipado, o céu é o limite”. Cortizo conta que o Makerspace retorna para Salvador como um espaço onde a língua inglesa e a cultura maker se unem para o surgimento de novas propostas. “Para nós é uma honra dar continuidade a essa iniciativa. Sabemos da necessidade do nosso município em ter cada vez mais projetos que incentivem a cultura e a educação. Nosso intuito é propiciar diversas ações abertas ao público”, explica o superintendente.

O evento de abertura contará com oficinas para convidados e com a participação de alunos da Escola Municipal Osvaldo Cruz. Com o foco na conquista de habilidades e no empreendedorismo, os alunos utilizarão equipamentos de cozinha, cortadora de vinil, laptops, tablets, impressora 3D e equipamentos do estúdio audiovisual nas atividades. “Vamos observar como o Makerspace funciona na prática. Será um momento de grande comemoração pela reabertura, mas também de muita aprendizagem”, conta Ticiano.

POR: Rita Moraes
Publicado em 02/02/2023