ConexãoIn


Mais de 30% dos brasileiros nunca foram ao oftalmologista

Quando o assunto é saúde, o comportamento de grande parte das pessoas, geralmente, é o mesmo: só vai ao médico quando está com algum incômodo. Em relação à saúde ocular não é diferente. De acordo com uma pesquisa do Ibope, com o apoio do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, 34% dos brasileiros adultos nunca foram ao oftalmologista. Por isso, no mês em que é celebrado o Dia Mundial da Saúde Ocular (10/07), vale reforçar a importância dos cuidados com os olhos e mostrar à população os benefícios das medidas preventivas, a exemplo do check-up oftalmológico.

Para o oftalmologista Marcelo Paiva Ribeiro, da Oftalmoclin, clínica que integra o Grupo Opty na Bahia, “algumas doenças oculares são silenciosas, como o glaucoma e a catarata. Ou seja, podem ocorrer sem sintomas e prejudicar de forma definitiva a visão. Por essa razão, a ida anual ao oftalmologista se faz mais do que necessária. Essa recomendação vale para todas as pessoas, em todas as idades, levando-se em consideração que, a depender do histórico do paciente, esse tempo pode ser reduzido para seis meses”, detalha o médico.

Marcelo Paiva lembra que problemas de visão podem acarretar consequências no dia a dia, das mais simples às mais complexas, como dificuldade para enxergar de forma nítida de longe ou de perto, perdas de oportunidades no mercado de trabalho, deficiências na aprendizagem e acidentes, sem falar na cegueira irreversível. No Brasil, mais de um milhão de pessoas são cegas. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que em 60% a 80% dos casos a cegueira é resultado de causas previsíveis e/ou que poderiam ser tratadas. “Por isso, a realização de exames oftalmológicos periódicos é decisiva“, enfatiza.

Principais doenças e distúrbios que afetam a visão:

Glaucoma – Silencioso na fase inicial, pode causar cegueira permanente, uma vez que a perda de visão não pode ser recuperada.

Catarata – Provoca a perda progressiva, porém reversível, da visão, podendo ser imperceptível nos estágios iniciais. Ela pode aparecer mais precocemente em fumantes, diabéticos, altos míopes, pessoas com alta exposição ao sol, devido ao uso de certos medicamentos com corticoides, ou após trauma ocular, entre outros fatores.

Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI) – Doença crônica progressiva que ocorre na parte central da retina chamada mácula e que leva à perda progressiva da visão central. É a principal causa de perda irreversível da visão entre as pessoas acima de 50 anos.

Retinopatia Diabética – Pode ser prevenida pelo controle adequado do diabetes, baseado em hábitos de vida saudáveis (dieta e exercícios físicos) e uso correto de medicações, visando o controle da glicemia (nível de açúcar no sangue). Uma vez estabelecida, a retinopatia diabética pode ser tratada de acordo com o estágio da doença. Quando não tratada, pode levar à cegueira irreversível.

Erros de refração:

Miopia – Quando os olhos podem ver objetos que estão perto, mas não são capazes de enxergar claramente os que estão longe.

Hipermetropia – Cria uma condição de dificuldade para que o cristalino focalize na retina os objetos próximos ao olho.

Astigmatismo – Diferentes curvaturas ou irregularidades na córnea formam a imagem em planos diferentes o que ocasiona a distorção, criando a sensação de uma névoa e falta de nitidez.

Presbiopia – Também chamada de “vista cansada”, manifesta-se normalmente após os 40 anos, criando uma dificuldade para enxergar de perto e de longe.

Sobre o Opty

O Grupo Opty nasceu em abril de 2016, a partir da união de médicos oftalmologistas apoiados pelo Pátria Investimentos, que deu origem a um negócio pioneiro no setor oftalmológico do Brasil. O grupo aplica um novo modelo de gestão associativa que permite ampliar o poder de negociação, o ganho em escala e o acesso às tecnologias de alto custo, preservando a prática da oftalmologia humanizada e oferecendo tratamentos e serviços de última geração em diferentes regiões do País. Nesse formato, o médico mantém sua participação nas decisões estratégicas, mantendo o foco no exercício da medicina.

Atualmente, é o maior grupo de oftalmologia da América Latina, agregando 25 marcas associadas, 79 unidades, 1300 médicos oftalmologistas e 2800 colaboradores atuando em todas as regiões do país. Além das marcas próprias HOBrasil (BA, DF, RJ e SP) e Centro Oftalmológico Dr. Vis (DF, PE, RJ e SC), fazem parte dos associados: o Hospital Oftalmológico de Brasília (DF), Hospital de Olhos INOB (DF), Hospital de Olhos do Gama (DF), Visão Hospital de Olhos (DF), Instituto de Olhos Freitas (BA), o DayHORC (BA), Instituto de Olhos Villas (BA), Oftalmoclin (BA),  Hospital de Olhos Santa Luzia (AL), Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem (SC), Centro Oftalmológico Jaraguá do Sul (SC), Sadalla.Smart (SC), HCLOE (SP), Visclin Oftalmologia (SP), EyeCenter Oftalmologia (RJ), COSC (RJ), Oftalmax Hospital de Olhos (PE), UPO Oftalmologia – Unidade Paulista de Oftalmologia (SP), HMO – Hospital Medicina dos Olhos (SP), Visão Center (PE), OftalmoDiagnose (BA) e CEOP – Centro de Olhos do Pará (PA).

POR: Rita Moraes
Publicado em 11/07/2022