ConexãoIn

Já é Verão: alta estação pede cuidados redobrados com as pernas para evitar varizes

Com a aproximação das festas de fim de ano, período de férias e a chegada do verão, as temperaturas aumentam e alguns sintomas circulatórios se intensificam, principalmente o inchaço e sensação de cansaço nas pernas. Isso é observado principalmente naqueles portadores de varizes e ainda nos que trabalham muito tempo sentados ou em pé na mesma posição, além de quem passa por uma viagem longa, seja ela de avião, carro ou ônibus. Como esse é o período dos shorts curtos, roupas de banho, saias e vestidos – quando todos expõem mais as pernas – muita gente procura tratar as varizes nessa época para aproveitar o verão.

“As varizes são um sinal de problemas na circulação venosa. No Verão, as altas temperaturas promovem a dilatação desses vasos e pioram a condição, causando dores, inchaços e desconforto. Por isso, tanto as pessoas que têm a doença quanto aquelas que têm predisposição devem levantar o alerta, afinal, as varizes não são apenas um problema estético”, explica a angiologista e cirurgiã vascular da Clínica Sanjuan, Maria Clara Sanjuan.

Os sintomas da insuficiência venosa podem ser leves inicialmente, como a sensação de peso nas pernas, ou até mesmo não haver sintoma algum. Por isso, muitas pessoas demoram anos pra descobrir ou para tratar de maneira adequada, o que causa uma progressão da doença. “O problema costuma incomodar somente quando as veias começam a ficar muito aparentes e afetar o bem-estar e autoestima da pessoa”,  explica a angiologista.

Férias

O verão também é a época das viagens de férias. As mais demoradas, principalmente de avião, podem comprometer a circulação por conta da pressurização no ambiente da aeronave, desidratação e posição sentada por longos períodos. Por isso, os portadores de varizes ou pacientes com história prévia ou predisposição à trombose devem tomar ainda mais cuidado. É necessário procurar um angiologista antes da viagem para receber todas as orientações e avaliar a saúde. Pessoas com história pessoal ou familiar de trombose,  sedentárias ou obesas, por exemplo, também estão mais suscetíveis.

Veja abaixo algumas dicas para evitar prevenir as trombose durante uma viagem prolongada:

– Movimente-se sempre que possível. Faça uma breve caminhada pelos corredores do avião ou do ônibus para garantir que o sangue circule adequadamente. Se viajar de carro, faça paradas para caminhar e alongar o corpo.

– Use roupas confortáveis e não muito justas que possam comprometer a circulação.

– Hidrate-se. A desidratação favorece a formação de coágulos. Bebidas alcoólicas devem ser evitadas.

– Aposte em meias de compressão (sob orientação médica). Elas contribuem para uma melhor circulação evitando trombos e inchaços nas pernas.

– Mantenha a sua visita regular com o angiologista, siga as dicas e boas férias!

#conexaoin

#conectadocomanoticia

 

POR: Rita Moraes
Publicado em 21/12/2021