ConexãoIn

HGRS inaugura unidade de coleta de sangue junto à requalificação da Central de Transplantes e do Serviço de Fonoaudiologia

O governo do Estado da Bahia investiu cerca de R$ 2,7 milhões na instalação da nova UCT- Unidade de Coleta e Transfusão de Sangue e na readequação da Central Estadual de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos e Tecidos, além do serviço de Fonoaudiologia do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS). A entrega dos novos serviços foi realizada hoje, 5, pela secretária da Saúde do Estado, Adélia Pinheiro.

“Temos uma Unidade de Coleta e Transfusão de Sangue três vezes maior que a antiga Agência Transfusional, com capacidade suficiente para dar total autonomia ao Hospital Roberto Santos, e ainda, uma Central de Transplantes que vai ampliar o serviço que já é oferecido aos baianos”, destacou a titular da Sesab.

UCT de Sangue  

Projetada para o processamento de cerca de mil coletas de sangue mensais, a nova UCT do HGRS foi totalmente dimensionada para ser uma unidade mais avançada, com a instalação de 4 poltronas de coleta e quase 100 funcionários. “A meta é tornar o HGRS, uma unidade com 640 leitos, autossuficiente em coletas de sangue, com capacidade para captar, triar, coletar e processar o sangue e hemocomponentes”, informa o hematologista Fernando Araújo, coordenador da UCT.

Central de Transplantes   

Em funcionamento há mais de 20 anos, o sistema Estadual de Transplantes da Bahia ganhou mais um reforço com a requalificação da Central Estadual de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos e Tecidos do hospital Roberto Santos.

Com 6 salas, a Central Estadual de Transplantes do HGRS funciona 24horas de forma ininterrupta e conta com o apoio de sete Organizações de Procura de Órgãos que estão implantadas em hospitais do estado da Bahia. O sistema é responsável por gerenciar, executar e fiscalizar as condições para a retirada de órgãos, partes e tecidos, para a realização de transplantes ou enxertos, garantir a legalidade das ações, no âmbito estadual.

Serviço de Fonoaudiologia   

Instalado num espaço mais moderno, o serviço de fonoaudiologia do HGRS conta com 27 profissionais, distribuídos nas seguintes áreas: Unidades de Terapia Intensiva Adulto, Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) e Unidade Cuidados Intermediários Convencionais (UCINCo). A capacidade de atendimento nos setores adulto, neonatologia e pediatria é em média de 1800 por mês.

Imprescindível para o atendimento do paciente internado, o fonoaudiólogo é um profissional de saúde, responsável pela habilitação e reabilitação da função auditiva periférica e central, da função vestibular, da linguagem oral e escrita, da voz, da fluência, da articulação da fala e dos sistemas miofuncional, orofacial, cervical e de deglutição.

POR: Rita Moraes
Publicado em 06/10/2022