ConexãoIn

Farol de Itapuã completa 150 anos e celebra com festa

 

Os 150 anos do Farol de Itapuã serão comemorados no próximo dia 07 de setembro com uma rica programação esportiva e cultural, que envolverá toda a comunidade do bairro, um dos mais tradicionais e famosos de Salvador.

A programação começa às 9h com uma competição de natação dos membros do Pinaúna Club e da atividade de canoagem no mar com os Clubes de Canoa Polinésia Hakamana Va’a, Pedra que Ronca e Awen Va’a. Também pela manhã acontecerão apresentações de grupos culturais locais, como o Capoeira Vadiação, a Escola de Samba Unidos de Itapuã e o bloco afro Malê Debalê, e será aberta a exposição de fotografias sobre o Farol de Itapuã, com fotos de fotógrafos moradores do bairro, seguida de palestra com o historiador Roberto Pessoa, que vai falar sobre a história do Farol de Itapuã.

Abrindo os festejos estarão presentes o prefeito de Salvador, Bruno Reis, Gegê Magalhães, diretor de Turismo de Salvador, um representante da Marinha do Brasil, e os membros das ONGs Porto das Baleias de Itapuã e Baleia Rosa do Amor de Itapuã, que vêm realizando o Aniversário do Farol de Itapuã há cinco anos consecutivos, evento idealizado pelo produtor cultural Cristiano Loureiro, que nasceu e se criou no bairro. “Cresci vendo o Farol praticamente todos os dias. Vindo do centro de Salvador para Itapuã, quando avisto o farol me sinto em casa, como se estivesse chegando no seio da minha família. É por causa desta emoção que tive a ideia de criar o aniversário do Farol de Itapuã e estou muito feliz com a celebração. Tenho certeza de que a comunidade de Itapuã toda está feliz também”, declara Cristiano Loureiro.

Para o diretor de Turismo de Salvador, Gegê Magalhães, a cidade não poderia deixar passar em branco uma data tão especial. “Tinha que ter uma festa especial por isso estamos fazendo um evento que eu tenho certeza que vai agradar toda família, com shows especiais, homenagem a Itapuã e a vários personagens tão emblemáticos que viveram, vivem e amam Itapuã”.

Mais festa

A programação segue à tarde, a partir das 16h, quando terão início as apresentações musicais na Praça do Farol de Itapuã. Em um pranchão montado pela Prefeitura de Salvador, que apoia a festa através da Secult e da Saltur, serão realizadas as apresentações degrupos culturais, como o Malezinho Escola de Samba; às 17h30  sobe ao palco o maestro Fred Dantas que montou um repertório especial para a celebração da data; a festa se encerra com o show da Banda Sotake Brasileiro.

Para o maestro Fred Dantas, que levará para o palco sua Orquestra Fred Dantas, é importante a participação de uma orquestra num evento como este. “Orquestras populares são parte da cultura da cidade e nossa orquestra é típica de Salvador. Vamos tocar músicas que tenham a ver com o bairro de Itapuã, como “Coqueiro de Itapuã”, de Caymmi, ou “Tarde em Itapuã”, de Vinícius de Moraes e Toquinho, mas também, fazer uma homenagem à Marinha, tocando a hino Cisne Branco. Em seguida teremos o samba da Bahia bem representado por Riachão, Valmir Lima e Claudete Macedo e vamos terminar com axé dos anos 90, com canções que receberam arranjos especiais”, releva ele.

A realização da celebração dos 150 anos do Farol de Itapuã tem como objetivo lembrar a importância histórica deste equipamento, que já foi imprescindível para a navegação baiana, e é um dos mais importantes pontos turísticos da nossa cidade. A festa dos 150 anos do Farol de Itapuã tem o apoio da Prefeitura de Salvador, através da Secult – Secretaria de Cultura e Turismo.

História

Em 7 de setembro de 1873 o Farol de Itapuã foi inaugurado. O Engenheiro Zózimo Barroso o construiu sobre a Pedra da Piraboca para sinalizar bancos de areia ali existentes e orientar a navegação marítima na costa de Salvador. O farol tem 21 metros de altura, apresenta a forma de uma torre toda em ferro fundido, emite um relâmpago branco a cada seis segundos, uma luz fixa branca, com alcance de 15 milhas náuticas (28 km), facilitando assim, a navegação de embarcações que o veem de longe. Originalmente pintado de roxo-terra, em 1939 passou a ser pintado em faixas horizontais brancas e laranja e, em 1950 sua pintura foi novamente modificada para vermelho e branco, cores que mantém até hoje.

POR: Rita Moraes
Publicado em 06/09/2023